ANA, UMA FÉ QUE GERA O IMPOSSÍVEL

 

Partilho convosco a meditação da 12ª Semana da Campanha “12 Semanas Rompendo em Fé”.

Visitou, pois, o Senhor a Ana, que concebeu, e deu à luz três filhos e duas filhas;
e o jovem Samuel crescia diante do Senhor

1 Samuel 2:21

Ler o texto: 1 Sm 1

 ana02Ter um filho é o sonho de muitas mulheres. Não era diferente com Ana, uma mulher de oração, que clamava ao Senhor pela bênção de poder gerar um filho.

Ana foi uma mulher de fé que muito sofreu por não conseguir gerar um filho. Naquela época uma mulher que não dava à luz era tida como maldita, pois o seu ventre era seco e sem vida.

Mas Ana, a mulher que todos conheciam como estéril, foi agraciada por Deus com Samuel, o último dos juízes e o primeiro dos profetas. Samuel foi usado por Deus para ungir reis e para não deixar perder a fé do povo de Israel.

Ana teve 5 filhos, tudo porque foi uma mulher que ousou crer na bondade do Senhor.

A vida de Ana nos ensina tanto! Veja o que aprendemos com ela:

1) Ana era assídua na casa de Deus

Há muitas pessoas que esperam por um milagre, mas não amam a casa de Deus. Elas não se esforçam por congregar, por adorar a Deus juntamente com seus irmãos em Cristo, por crescer na Palavra, por ser pastoreada, etc.

Ana, a despeito de toda dor que sofria, estava sempre no templo, servindo ao Senhor com todo o seu coração.

Pessoas de fé desenvolvem a sua salvação dia a dia, com frutos que comprovam a sua conversão a Jesus.

Não deixando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais, quanto vedes que se vai aproximando aquele dia
Hebreus 10:25

2) Ana perseverava na oração

“… perseverando ela em orar perante o Senhor”
1 Samuel 1:12

A sua luta não a impedia de exercer a sua fé e de viver na dependência de Deus. Ana orava constantemente e na sua oração, ela não só pedia, mas ela adorava e louvava ao Senhor.

O nosso tempo de oração não pode ser apenas para pedirmos coisas ao Senhor. Devemos sempre seguir a oração modelo que Jesus nos ensinou, a oração do Pai Nosso.

Nela, Ele começa adorando: “Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome; Venha o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu” (Mt 6:9-10), e termina também em adoração: “porque teu é o Reino, e o poder, e a glória, para sempre. Amém” (Mt 6:13).

E você, como é o seu tempo de oração? Exercemos a nossa fé não só para pedir, mas também para adorar e reconhecer que o nosso Deus reina! Que ele está assentado num trono de glória, majestade e soberania.

Como Deus honrou Ana! Ele também vai honrar a sua fé. Esteja seguro que, se a sua fé estiver no Senhor, ele lhe vai honrar da mesma forma como honrou Ana, dando-lhe não apenas um filho, mas cinco! 

Por este menino orava eu; e o Senhor atendeu a minha petição, que eu lhe tinha feito
1 Samuel 1:27

3) Ana era uma mulher de palavra

Ela prometeu que, se Deus lhe desse um filho, ela o entregaria para ser consagrado no templo, e ali servisse ao Senhor todos os dias da sua vida.

Quando Samuel é desmamado, Ana cumpre a sua promessa. A sua palavra não foi apenas fruto das suas emoções ou do desespero, mas fruto de um coração comprometido com Deus.

Porém Ana não subiu; mas disse a seu marido: Quando o menino for desmamado, então o levarei, para que apareça perante o Senhor, e lá fique para sempre
1 Samuel 1:22

Por isso também ao Senhor eu o entreguei, por todos os dias que viver, pois ao Senhor foi pedido. E adorou ali ao Senhor
1 Samuel 1:28

Você é uma pessoa que cumpre os votos que faz ao Senhor? A fé nos leva a fazer votos, mas ela também nos leva a cumpri-los.

Oração: Oh, Deus todo-poderoso, eu exalto o teu santo nome. Sei que estás assentado num trono de glória e de majestade e que és um Deus soberano. Toma o controlo da minha vida. Ajuda-me a crer em ti mesmo quando tudo diga ao contrário. Dá-me um coração forte e inabalável como o de Ana. Eu quero ser uma pessoa de oração, que tem um coração dependente da tua presença. Assim como Ana entregou o seu filho Samuel em tuas mãos, entrego também toda a minha casa diante de ti. Amém!

Shalom!

JOSÉ, UMA FÉ QUE REALIZA SONHOS

Partilho convosco a meditação da 11ª Semana da Campanha “12 Semanas Rompendo em Fé”.

E disseram um ao outro: Eis lá vem o sonhador-mor!
Gênesis 37:19

Ler o texto: Gn 37

sonhador José foi o filho preferido de Jacó. Sua mãe foi Raquel, a esposa preferida de seu pai. Jacó fez a José uma túnica de mangas compridas de várias cores (que normalmente era usada por jovens e donzelas da realeza, da alta classe) e isso gerou ódio no coração de seus irmãos.

 José tinha sonhos, onde via seus irmãos e até mesmo seus pais se prostrando diante dele. Ao partilhar seus sonhos com a sua família fez com que a raiva dos seus irmãos aumentasse.

Eles então o lançaram numa cova e venderam-no aos ismaelitas que o levaram para o Egito, e Potifar, homem de confiança de Faraó, capitão da guarda, comprou-o da mão dos ismaelitas.

José conquistou a confiança de Potifar que o colocou para governar a sua casa e tudo o que tinha. E aconteceu que a mulher de Potifar pôs os olhos em José, que o tentava seduzir.

Ao se recusar a se deitar com ela por causa do seu temor a Deus e do respeito para o com o seu senhor Potifar, ela arranca-lhe a sua capa e o acusa de ter tentado tomá-la à força. Ele vai para a prisão por causa disso.

Na prisão José interpretou os sonhos do padeiro-mor e do copeiro-mor e pediu ao copeiro que se lembrasse dele quando estivesse perante Faraó, mas ele se esqueceu, até que Faraó teve um sonho que nenhum adivinhador ou sábio foi capaz de interpretar, então o copeiro faz menção de José que é tirado da prisão, e apresentado à Faraó que dá a interpretação correta do seu sonho, sendo eleito governador do Egito.

E José como governador ajuntou todo o mantimento dos sete anos de fartura que houve na terra do Egito. E quando houve fome não só no Egito como também em toda a terra, os irmãos de José vieram até ele com a face em terra, cumprindo assim os sonhos que Deus lhe havia dado.

Olhando para a vida de José podemos tirar alguns princípios:

1) Ter uma promessa de Deus não significa que não passaremos por dificuldades

 José tinha uma promessa do Senhor e isso não o isentou de ser traído por seus irmãos, de ser escravo numa terra estrangeira e de parar numa prisão injustamente.

Quando Deus nos faz promessas Ele não nos diz o que teremos que passar para alcançá-la. Deus prometeu que José estaria em uma posição de governo, mas não lhe mostrou de imediato o que ele teria que passar até ver o seu sonho realizado.

Jesus declarou em João 16:33: “Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo”.

Hoje em dia tem sido pregado um falso evangelho que diz: “Vem para Jesus e todos os seus problemas acabarão”. Mas a verdade é que não há vitória sem batalha.

Se a sua batalha tem sido grande e tem passado por momentos difíceis, creia que a sua vitória será ainda maior. E, mesmo que tudo diga o contrário, creia que Jesus está no controlo da situação.

2) Muitos se levantarão para tentar nos fazer desistir

José compartilhou os seus sonhos com quem não o compreendia e seus irmãos se levantaram para tentar impedir, pensavam que iam destruir os sonhos de José vendendo-o aos estrangeiros, quando na verdade estavam a contribuir para o plano perfeito do Senhor.

José declara em Gênesis 50:20: “Vós bem intentastes mal contra mim; porém Deus o intentou para bem, para fazer como se vê neste dia, para conservar muita gente com vida”.

A mulher de Potifar também foi usada para tentar tirar José do foco. Quando estamos passando pela provação, a tentação vem para nos desviar do propósito de Deus para as nossas vidas. Mas em Tiago 5:7 está escrito: “Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós”.

Tudo depende da maneira como encaramos as coisas. José tinha muitos motivos para se sentir rejeitado, abandonado, traído e ter desistido dos seus sonhos ou ter cedido à tentação da esposa de Potifar, mas ele preferiu acreditar nos sonhos de Deus.

E você, lembra-se das promessas que Deus lhe tem feito através da Sua Palavra? Elas são muitas, e como filho, você já tem direito a todas elas. No momento certo, o plano soberano do Senhor se cumprirá. Acredite que os sonhos de Deus jamais vão morrer.

3) Se formos fiéis ao Senhor, no tempo certo o nosso sonho se tornará realidade

José tinha apenas 17 anos quando recebeu os sonhos de Deus (Gn 37:2) e só veio a tornar-se governador do Egito com 30 anos (Gn 41:46).

Isso mais uma vez nos mostra que toda promessa passa pelo teste do tempo, mas como seres humanos e imperfeitos que somos não sabemos esperar e queremos que as coisas aconteçam num “estalar de dedos” e que seja à nossa maneira. Mas temos que entender que tem que ser de acordo com a vontade do Deus, que é “boa, agradável e perfeita” (Rm 12:2), e no tempo do Senhor, como diz em 1 Pedro 5.6: “Humilhai-vos, pois, debaixo da potente mão de Deus, para que a seu tempo vos exalte”.

Temos que ser pacientes e perseverantes, crendo que o nosso Deus é quem realizará os sonhos dEle em nossas vidas.

Esperei com paciência no Senhor, e ele se inclinou para mim, e ouviu o meu clamor
Salmos 40:1

Oração: Oh, Deus todo-poderoso, Tu és o meu Senhor. Fizeste-me tantas promessas que estão registadas na Tua Palavra. Neste momento eu clamo a ti em o nome de Jesus, pedindo que me possas ajudar a confiar e a esperar firmemente em cada uma delas. Eu sei que os teus sonhos jamais vão morrer. Eu tomo posse da minha vitória. Amém!

Jacione Souza

Shalom!

 

A MULHER SUNAMITA, UMA FÉ QUE EXPERIMENTA O SOBRENATURAL

Partilho convosco a meditação da 10ª Semana da Campanha “12 Semanas Rompendo em Fé”

Vai bem contigo? Vai bem com teu marido? Vai bem com teu filho?
E ela disse: Vai bem
” 

2 Reis 4:26

 Ler o texto: 2 Re 4:8-37

sunamitaQuando essa mulher da cidade de Suném (não sabemos qual era o seu nome) responde “vai tudo bem”, ela simplesmente estava com o seu único filho morto sobre a cama.

O sofrimento do seu coração era algo terrível, mas ainda assim, quando as pessoas lhe perguntavam se ela estava bem, simplesmente ela respondia que sim.

A vida dessa mulher muito nos inspira, pois foi realmente uma mulher com uma fé centrada nos assuntos do Reino de Deus.

O que aprendemos sobre a vida piedosa dessa mulher sem nome?

1) Era uma mulher generosa

Todas as vezes que o profeta Eliseu passava pelas suas terras, em sua casa ele sempre recebia uma boa hospitalidade.

Era recebido com amor e atenção.

Ela pede ao seu marido que possam fazer um quarto especial para o profeta para que ele pudesse ter pouso e descanso em sua passagem por Suném.

Sucedeu também um dia que, indo Eliseu a Suném, havia ali uma mulher importante, a qual o reteve para comer pão; e sucedeu que todas as vezes que passava por ali entrava para comer pão. E ela disse a seu marido: Eis que tenho observado que este que sempre passa por nós é um santo homem de Deus. Façamos-lhe, pois, um pequeno quarto junto ao muro, e ali lhe ponhamos uma cama, uma mesa, uma cadeira e um candeeiro; e há de ser que, vindo ele a nós, para ali se recolherá. E sucedeu que um dia ele chegou ali, e recolheu-se àquele quarto, e se deitou
2 Re 4:8-11

2) Foi uma mulher honrada por Deus

Como o próprio Jesus disse que quem recebe um profeta em sua casa, receberá galardão de profeta, aí está um exemplo claro, pois essa mulher foi honrada com um filho que ela tanto desejara.

E ele disse: A este tempo determinado, segundo o tempo da vida, abraçarás um filho. E disse ela: Não, meu senhor, homem de Deus, não mintas à tua serva. E concebeu a mulher, e deu à luz um filho, no tempo determinado, no ano seguinte, segundo Eliseu lhe dissera” (2 Re 4:16-17)

A fé que exercemos ao cuidar de alguém, ao hospedar ou alimentar alguém vai redundar em muitas bênçãos espirituais e materiais sobre nós e sobre a nossa casa. A alegria dos milagres será uma realidade em nossa vida.

Você é uma pessoa hospitaleira e generosa? As pessoas sentem-se bem em sua presença? Quem o conhece pode dizer que você é uma pessoa de fé e com obras piedosas?

3) Era uma mulher discreta

Quando o seu único filho morre, ela não sai correndo e chorando a contar para todas as suas vizinhas ou parentes mais chegados. Ela acreditava que estava tudo bem, pois Deus lhe daria o seu filho de volta.

Quando entendemos que tudo o que somos e temos está nas mãos de Deus, e que Ele é soberano e sabe o que faz e o que permite, descansamos, sem permitir que a murmuração e palavras de derrota tomem conta das nossas conversas.

Vai tudo bem na sua vida? Se confias que Jesus está no seu barco, pode ter a certeza de que está tudo rigorosamente debaixo da sua potente mão.

4) Buscou o seu milagre no lugar certo

 Ela foi diretamente no profeta Eliseu, o homem a quem Deus usara para profetizar que ela teria um filho. Eliseu orou e o seu filho ressuscitou.

E subiu [Eliseu] à cama e deitou-se sobre o menino, e, pondo a sua boca sobre a boca dele, e os seus olhos sobre os olhos dele, e as suas mãos sobre as mãos dele, se estendeu sobre ele; e a carne do menino aqueceu” (2 Re 4:34)

Quando temos fé, não precisamos correr de um lado para o outro, como folhas secas levadas pelo vento, em busca de solução para os nossos problemas. Só temos de buscar ao Senhor e procurar pessoas que temam ao Senhor e que possam estar conosco em oração. Conviver com pessoas incrédulas pode ser um grande perigo para a nossa fé.

Confie no poder de Deus. Seja qual for a provisão de que você e sua família precisam, Ele é poderoso para trazer à existência. É a cura de uma enfermidade? É um problema financeiro? É uma situação de conflito em casa ou no trabalho? Alguma injúria ou injustiça? Confie tudo nas mãos do Senhor e diga como essa mulher: “Vai tudo bem!”

Oração: Oh, Senhor Deus, meu provedor e sustentador. Neste momento eu clamo a ti em o nome de Jesus, pedindo que a tua boa mão esteja sobre e sobre os meus. Não me deixes sucumbir diante dos impossíveis, diante dos sonhos que parecem que já morreram. Tira de mim tudo o que não provém de ti e ajuda-me a confiar em qualquer situação. Amém!

Cindi Angelo

Shalom!

JOSUÉ, UMA FÉ QUE DERRUBA MURALHAS

Partilho convosco a meditação da 9ª Semana da Campanha “12 Semanas Rompendo em Fé”

“Pela fé caíram os muros de Jericó, sendo rodeados durante sete dias”
Hebreus 11:30

Ler o texto: Js 6:1-20

A fé vê o Invisível, acredita no que é inacreditável, e recebe o que é Impossível
(Martinho Lutero)

muralhasO livro de Josué, o sucessor de Moisés, possui 24 capítulos e em cada um deles, vemos a mão de Deus operando em favor do Seu povo, através da fé, da obediência, do esforço e de muito ânimo.

Dentre tantos factos interessantes registados no livro de Josué, um dos mais conhecidos foi a conquista da cidade de Jericó pelo povo de Deus.

Jericó era uma grande cidade cercada por muralhas e em cima dessas muralhas ficavam soldados a guardar a cidade fortificada. Mas Deus deu uma ordem de conquista ao povo de Israel, e para conquistá-la, eles não precisariam usar a força física, nem armamentos humanos, mas a fé, demonstrada pela obediência e pelo esforço.

Em Hebreus 11, também conhecido como o capítulo dos Heróis da Fé, no versículo 30, está registado que pela FÈ, caíram os muros de Jericó sendo rodeados durante sete dias.

Tremendas são as lições espirituais podemos tirar para nossa vida cotidiana:

1) A fé que derruba muralhas é uma fé que obedece a Palavra de Deus (Js 6:1-2)

Embora Deus, como nosso Pai, deseje nos abençoar em todas as áreas da nossa vida, precisamos entender que as bênçãos não são automáticas, elas precisam estar respaldadas pela Sua Palavra e vontade soberana.

Em Josué 1:8, Deus fala a Josué: “Não se aparte da tua boca o livro desta lei; antes medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme a tudo quanto nele está escrito; porque então farás prosperar o teu caminho, e serás bem-sucedido”.

Você quer ser bem-sucedido em tudo o que fizer? Coloque a Palavra de Deus em primeiro lugar. Não saia fora dos conselhos recebidos pelos seus pastores e líderes, pois eles lhe ajudarão a conhecer melhor a vontade do Senhor para a sua vida.

2) A fé que derruba muralhas não é uma fé lógica, mas uma fé que crê no impossível (Js 6:3-8)

Humanamente falando, parece absurda a ordem que Deus deu a Josué. Ele Josué tinha um exército ao seu dispor, mas a ordem que Deus deu foi de não usar a força e as estratégias humanas. Eles também deveriam rodear a cidade em silêncio.

Acredito que essa tremenda estratégia de Deus foi para que o povo não murmurasse e nem questionasse as ordens de Josué, pois, comumente quando estamos cansados, a nossa tendência é nos entregarmos á murmuração.

3) A fé que derruba muralhas é uma fé consciente (Js 6:14-15)

A fé que o Espirito Santo quer gerar nos corações dos seguidores de Jesus é de facto uma Fé que não esmorece com o tempo. 

O tempo é um provador natural da nossa fé e perseverança.

Em Hebreus 11:1 diz que “a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam e a prova das coisas que se não veem”.

Seis dias o povo rodeou a terra em silêncio, somente no sétimo dia eles gritaram e os sacerdotes tocaram as buzinas, levando os muros ao chão (Js 6:20).

Humanamente falando isso era impossível, pois barulho por si só não opera nada, mas todas as fortalezas foram ao chão por intervenção divina e através da obediência e da ação de homens obedientes.

Quais as muralhas que precisam de cair da sua vida hoje?

Essas muralhas para nós podem simbolizar obstáculos que parecem intransponíveis, mas, embora impossíveis para nós, para o nosso Deus são possíveis. Ele é o Deus que age nas nossas impossibilidades.

Creia que o Seu poder não mudou. O mesmo Deus que deu vitória a Josué e ao povo de Israel ao entrar na Terra Prometida é o mesmo Deus que você serve com um coração sincero. A vitória dEle já está reservada para si e para os seus.

Declare como Josué pela fé: “Eu e a minha casa serviremos ao Senhor” (Js 24:15).

 Oração: Oh, Deus soberano, Tu és Deus que me fez promessas. A tua Palavra está repleta de ricas e poderosas promessas para mim e para a minha casa. Neste momento eu te peço em o nome de Jesus, que me ajudes a tomar posse, pela fé, de todas elas. Ajuda-me a ser perseverante como Josué, para que eu possa experimentar a glória da tua presença na minha vida. Eu creio que todas as muralhas cairão. Amém!

Cidá Matos

Shalom

 

 

NOÉ, UMA FÉ QUE GERA UM NOVO COMEÇO

Partilho convosco a meditação da 8ª Semana da Campanha “12 Semanas Rompendo em Fé”

Pela fé Noé, divinamente avisado das coisas que ainda não se viam, temeu e, para salvação da sua família, preparou a arca, pela qual condenou o mundo,
e foi feito herdeiro da justiça que é segundo a fé

Hebreus 11:7

Ler o texto: Gn 6

noahQue homem de fé foi Noé! Ele viveu no início da História e Gênesis 6 começa o relato da sua caminhada com Deus. Depois do género humano se ter corrompido e se afastado do plano soberano do Senhor, Deus decidiu começar de novo com Noé e sua família.

A vida de Noé nos mostra que podemos ter esperança em um novo começo para nós e nossa família. Para o mundo sem Deus tudo estava perdido, mas para os servos do Senhor, há promessas de um futuro glorioso. Você crê nisso?

Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o Senhor;
pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que esperais

Jr 29:11

Nunca havia chovido sobre a Terra. Para regá-la, Deus enviava um vapor que subia do chão. Portanto, quem acreditaria que as águas viriam de cima? Noé sofreu muitos escárnios por aproximadamente 120 anos em que pregou o arrependimento e a justiça (2 Pe 2:5). Nesses anos todos, ninguém, exceto a sua família, acreditou na sua pregação, vindo a ser salva da destruição que veio pelo Dilúvio.

Eu extraio 3 grandes lições para a minha caminhada de fé baseadas na vida de Noé:

 1) Noé era justo e andava com Deus

 Andar com Deus e viver na prática da Sua justiça é o que nos dará a certeza de que a vitória é nossa. Não tem a ver com a gente, mas tem a ver com a presença dEle em nós.

Lemos no relato bíblico que “Noé era homem justo e perfeito em suas gerações; Noé andava com Deus” (Gn 6:9).

Assim como aconteceu com Noé, o nosso relacionamento com Deus vai afetar também a nossa família, pois estaremos a preparar “a casa do Senhor – a arca” para que eles sejam alcançados pela graça dEle.

2) Ele obedeceu mesmo diante das zombarias

 Todos zombavam de Noé, pois ele pregava algo que nunca ninguém havia ouvido antes. Mas em Gênesis lemos: “Assim fez Noé; conforme a tudo o que Deus lhe mandou, assim o fez” (Gn 6:22).

Obedecer a Deus é uma prova real de que confiamos na Sua Palavra e na Sua direção. Ele sempre tem razão e suas promessas sempre se cumprirão.

Não deixe de anunciar o Evangelho para os que lhe cercam. Enquanto você “semeia a boa semente” nos seus corações, faça-o em oração e com fé. As surpresas do Senhor virão, e tanto você como a sua casa estarão seguros nEle.

Creia nessa tremenda promessa: “Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e a tua casa” (At 16:31).

 3) Ele zelou em salvar a sua família

 Hoje muitos tentam ganhar o mundo, tendo sucesso nos negócios, no ministério, na vida acadêmica, e sem perceberem, estão perdendo os de dentro da sua casa.

Noé preocupou-se em pregar para todos, mas se assegurou em não perder os da sua família, pois ele sabia que Deus tinha uma aliança estabelecida com ele e com a sua descendência. A bênção de Deus na vida de Noé perduraria por todas as gerações que viessem.

Mas contigo estabelecerei a minha aliança; e entrarás na arca, tu e os teus filhos,
tua mulher e as mulheres de teus filhos contigo

Gênesis 6:18

Abraão, Isaque e Jacó vêm de Noé.
Davi vem de Noé.
Jesus vem de Noé.

Através dele, Deus preservou a raça humana. Que homem de fé foi Noé! Ele creu no que não via e foi tremendamente honrado pelo Senhor. Ele andou com Deus. Que privilégio ser chamado de companheiro de Deus!

Se você decidir continuar crendo no Senhor, andando com Ele, mesmo quando todos o abandonam, mesmo quando muitos zombam da sua fé, esteja seguro de que a vitória chegará em tempo oportuno. Deus jamais deixa que a nossa esperança seja envergonhada.

“Porque certamente acabará bem; não será malograda [frustrada] a tua esperança”
Provérbios  23:18

Oração: Oh, Senhor, meu Deus, meu Pai, eu clamo a ti em o nome de Jesus, pedindo que me possas ajudar a ser uma pessoa de fé assim como foi Noé. Ajuda-me a caminhar contigo, sem deixar-me abater pelas zombarias e escárnios daqueles que não creem em ti. Ajuda-me a trazer a minha família aos teus pés. Honra a minha fé em ti. Amém!

Cindi Angelo

Shalom

 

DAVI, UMA FÉ QUE VENCE GIGANTES

Partilho convosco a meditação da 7ª Semana da Campanha “12 Semanas Rompendo em Fé”

“O Senhor livrou-me das garras do leão e do urso, ele também me livrará das mãos deste filisteu”
1 Samuel 17:37

Ler o texto: 1 Sm 17:1-54

Goliath meets his matchMuitos personagens bíblicos são referenciais para as nossas vidas pois nos deixaram grandes exemplos de fé, de coragem, de obediência, de paciência, etc. Mas, só um foi considerado pelo próprio Deus “O homem segundo o meu coração”. Esse homem foi Davi, um salmista poderoso, um profeta e o maior rei de Israel.

O capítulo 17 de 1 Samuel descreve como Davi derrotou o gigante Golias, acertando uma pedra em sua cabeça.

Davi ainda não era rei e muito menos conhecido como um soldado preparado para guerra. Ele era apenas um pastor de ovelhas e o menor de sua casa.

A sua aparência não era assim muito apreciada aos olhos humanos, porem, isso prova que Deus não olha para nosso título ou muito menos para nossa aparência física. O que Ele quer é um coração puro e obediente.

Antes que Davi se tornasse vencedor nesse combate com o gigante, ele tomou posições e atitudes que fizeram a diferença e o levaram a derrotar Golias.

Davi teve fé e ousadia para enfrentar o seu problema.

Talvez você também esteja lutando com gigantes que lhe estão a desafiar nas questões familiares, financeiras, de trabalho, de saúde, etc.

Eu aprendo três grandes lições nesse texto, que podem ser aplicados à nossa própria vida:

1) Somos mais do que vencedores. Tome posse disso!

Davi acreditou que o mesmo Deus que o ajudara a matar um leão e um urso, quando estes tentavam ferir as ovelhas do seu pai, o ajudaria a vencer o gigante Golias. E Davi estava certo.

Deus é assim! Está sempre disposto a nos dar vitória em uma situação que aos nossos olhos pode parecer impossível. 

Deus quer nos abençoar! A maior prova de amor e de entrega Ele já nos deu entregar o Seu Filho Jesus para ser crucificado pelos nossos pecados.

Na cruz, Jesus já conquistou para nós a vitória sobre os gigantes da nossa vida. 

Você está enfrentando algum gigante? Está difícil? Lembre-se: Você já é mais que vencedor.

2) O Senhor é quem peleja por nós

Aquele gigante filisteu (Golias) afrontou o exército do Deus vivo. Ele achava que aquele povo era um povo qualquer. Estava errado. Era um povo que tinha um grande e poderoso Deus. E ali estava também o seu servo Davi, um jovem cheio de fé e de ousadia.

E nós também não somos qualquer um! Somos parte de um exército cujo Deus que está à frente, e este Deus nunca perdeu uma só batalha. Ele nunca é derrotado! 

Você é muito importante para Deus. Você é o melhor de Deus nesta terra. Nosso inimigo tenta nos destruir, mas ele sabe que já perdeu, pois temos sobre nós a cobertura do sangue de Jesus. O que o inimigo tenta é nos fazer acreditar que nos momentos difíceis em que estamos a enfrentar gigantes, estamos sendo derrotados, mas isso não é verdade. Deus nos garante a vitória em qualquer situação. Só precisamos de depender dEle como fez Davi.

Nunca se esqueça que é o Senhor quem peleja por aqueles que confiam nEle de todo o coração.

3) Não exalte o seu problema. Exalte o seu Deus!

Davi, em nenhum momento chamou Golias de gigante. Davi sempre se refere a ele como um filisteu, um homem comum, prestes a ser morto.

Ele nunca olhou para o tamanho do de Golias e sim para o tamanho do seu Deus. 

 Aquele gigante, na ótica de Davi, era apenas mais um obstáculo que seria vencido por ele na força do Senhor. 

Como alguém já disse: “Nunca diga a Deus o tamanho do seu problema, mas diga sempre ao problema o tamanho do seu Deus”. 

Não transforme em um gigante aquilo que por vezes é apenas uma formiga. Não maximize os seus problemas. Eles, diante de Deus são como pó. Se você está sendo provado é para ser aprovado. O Senhor já concedeu muitas vitórias antes e Ele o fará novamente na sua vida.

 A tribulação vem para produzir algo poderoso em você: perseverança, paciência, experiência e esperança. “A Perseverança te conduz ao sucesso e ao êxito”

 E não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações; sabendo que a tribulação produz a paciência, e a paciência a experiência, e a experiência a esperança
(Rm 5:3-4)

Oração: Oh, Pai celestial, Tu és o Deus da minha salvação, o dono do meu coração. Neste momento eu clamo a ti em o nome de Jesus, pedindo que me possas ajudar a vencer todos os gigantes que se levantam contra mim e contra a minha família. Eu sei que já sou mais que vencedor e todo posso desta verdade. Amém!

Santiago Magalhães

Shalom