GENEROSIDADE

A generosidade é um dos princípios bíblicos que mais tenho experimentado ao longo dos anos. Aprendi com a minha mãe a ser liberal em partilhar tudo o que Deus me dá. Minha mãe era uma mulher simples, mas o que ela tinha, era de todos. Nossa casa estava sempre cheia de amigos e sempre havia fartura na mesa para todos que lá chegavam. Mesmo depois de já ter partido para a eternidade, a prosperidade dela ainda me alcança, e até o meu ministério tem sido abençoado pelos frutos da sua generosidade…

A generosidade é o amor em prática. Deus foi tão generoso para conosco que enviou o Seu único Filho para dar a Sua vida por nós.

image

Paulo, em 2 Corintios 9:8-12, fala sobre o quão poderoso pode ser um estilo de vida de alguém que não guarda somente para si o que Deus lhe dá…

Afinal, quando entendemos que tudo o que temos vem de Deus e pertence a Deus, a nossa prática de vida passa a ser bem diferente.

E Deus é poderoso para tornar abundante em vós toda graça, a fim de que, tendo sempre, em tudo, toda suficiência, superabundeis em toda boa obra, conforme está escrito: Espalhou, deu aos pobres, a sua justiça permanece para sempre” (v.8-9)

Deus nos abençoa para “superabundarmos em toda boa obra”. Não há outra razão pela qual Deus nos quer abençoar, fazendo transbordar as Suas riquezas em nós… A  partilha que gera justiça.

Você é uma pessoa generosa? Você costuma dar gorjeta ao garçom quando almoça ou janta fora? Você assiste as pessoas em suas necessidades? Você é liberal em presentear e honrar os seus pais?

E Paulo continua…

Ora, aquele que dá a semente ao que semeia e pão para comer também multiplicará a vossa sementeira e aumentará os frutos da vossa justiça; para que em tudo enriqueçais para toda a beneficência, a qual faz que por nós se deem graças a Deus” (V. 9:10-11).

A generosidade atrai uma vida de prosperidade que leva outros a glorificarem a Deus.

Poder desfrutar os resultados a médio, a curto e a longo prazo da semeadura de uma vida, é algo tão maravilhoso… Mas só experimenta isso os que entendem a importância “desse serviço”.

Porque a administração desse serviço não só supre as necessidades dos santos, mas também redunda em muitas graças, que se dão a Deus” (V. 12).

Foi o próprio Jesus quem nos ensinou a sermos generosos: “Tenho-vos mostrado em tudo que, trabalhando assim, é necessário auxiliar os enfermos e recordar as palavras do Senhor Jesus, que disse: Mais bem-aventurada coisa é dar do que receber” (At 20:35)

image

SHALOM!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s