PORQUE NÃO INDICO O FILME “PARA SALVAR UMA VIDA”?

Bem, eu não sou muito fã dos filmes de suspense ou filmes que nos dão calafrios, mas confesso que gosto muito de assistir filmes. Acho que este é o meu hoppy favorito. Sou uma boa observadora dos detalhes, dos efeitos especiais e do som. Mas quando um filme vem com teor bíblico, evangélico ou religioso meu senso crítico se torna mais aguçado.

Há uns meses atrás, alguns jovens de nossa igreja desejavam passar o filme “Para Salvar uma Vida” na reunião deles. Eu então, levei o filme para casa e o assisti primeiro que eles, a fim de aconselhá-los sobre o tal filme. Quando cheguei no final do filme, decidi que se eles quisessem assistir por eles mesmos, de forma individual, poderiam fazê-lo, pois são livres, mas meu conselho foi que eles não promovessem tal filme entre eles, por algumas razões que observei no enredo. Este filme tem sido muito comentado no meio evangélico e tem até ganhado alguns prêmios; mas infelizmente, não vejo em que ele possa acrescentar ou edificar a vida dos jovens que o vão assistir. É um filme onde um rapaz com problemas de relacionamentos e solidão, se suicida, gerando sentimento de culpa no seu melhor amigo, que tenta ajudar um outro rapaz com comportamento semelhante. Eis as minhas observações:

Em nenhum momento do filme, vejo o pastor de jovens usar a Bíblia como arma de aconselhamento ou de despertamento na vida dos jovens. As reuniões dos jovens na igreja, eram sempre para entretê-los. Eles iam e saíam da igreja da mesma forma, porque ali parecia mais um clubinho social.

Nada tem mais poder para transformar a vida de quem quer que seja do que a “Espada do Espírito”, a Palavra de Deus. Ninguém consegue salvar uma vida, usando apenas suas faculdades mentais, sua inteligência ou suas habilidades naturais. Se a Palavra não for o “centro”, não vai haver transformação de vidas. Os jovens podem e devem buscar entretenimento, relacionamentos e divertimento na  Casa de Deus, mas o centro não pode ser isso. Paulo disse que o “Evangelho é o poder de Deus para a savação de todo aquele que crer”.  (Rm 1.16)

Os jovens não encontravam respostas sábias nos seus líderes. Vi no filme muitos jovens em conflitos. Conflitos internos, conflitos emocionais, conflitos familiares, etc. Mas novamente vejo os líderes de jovens, fazendo com que os jovens pudessem achar respostas por si mesmos, dentro do próprio coração. Em nenhum momento vejo o pastor deles dando respostas sábias em Deus. A Bíblia diz que “enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá?” (Jr 17.9) e ainda: “Não havendo sábia direção o povo se corrompe” (Pv 29.18). É suposto esperarmos e até cobrarmos dos nossos líderes, que eles sejam pessoas sábias, que possam nos instruir na sabedoria da Palavra de Deus. Conselhos humanos podem ajudar por um tempo, para uma solução momentânea, como um paliativo, mas só o que vai nos instruir para a vida são os conselhos que são gerados e vividos na Palavra de Deus.

Uma criança fora dada para adoção porque seus pais precisavam viver o sonho das suas vidas. Uma jovem vem para a igreja, grávida do seu namorado, que também frequentava o grupo de jovens. Eles estavam em conflitos pois pensavam em abortar o bebé,  porque eles tinham sonhos, e nesses sonhos, não estava incluído a chegada de um filho. Eles sonhavam em ir para a universidade e por isso, um filho agora seria o impedimento na realização desse sonho. Mais uma vez eles vão aos pastores de jovens, que os ajudam a resolver uma situação difícil com outra, que ao meu ver, foi também complicada. O pastor os ajuda a encontrar um casal para adotar a criança quando nascesse.

Eu sei e entendo que entre o aborto e a adoção, fica claro que a opção deve ser sempre pela vida. Uma criança no ventre não é mais uma opção, é uma realidade que precisa ser aceita com ajuda de Deus e da Sua Igreja. Mas me frustrei ao ver estes dois jovens tentando salvar o bebé, mas gerando nesta criança um senso terrível de orfandade, pois um dia esta criança tomaria conhecimento de que fora trocada por um “sonho universitário”. O pior é que o jovem vai para a universidade sozinho e a jovem fica a viver perto dos pais do seu bebé.  Este é supostamente um filme evangélico, que tem sido promovido por muitas igrejas…

Até poderia passar por um filme de teor social, mas não evangélico e bíblico.

Como meu blog é aberto a todos, mesmo que você não concorde, sinta-se livre para expressar suas opiniões sobre o filme.

Shalom!

99 thoughts on “PORQUE NÃO INDICO O FILME “PARA SALVAR UMA VIDA”?

  1. Quando vi o filme, logo falei para os meninos aqui em casa que mostraram uma coisa boa por um lado e deixaram uma outra ruim por outro lado. Também achei o filme muito água com açúcar… rsrsrs
    Agraços.

    • fiquei estranho…porque quando acabei de ver o filme senti que deveria fazer “o mesmo “, achei mesmo que devia de fazer praticamente o mesmo, porque identifiquei me um bocado com o actor, porque eu amo muito Deus, mas sinto muita falsidade dentro das Igrejas, eu faço muita coisa que dentro das igrejas diz-se que não se pode fazer, mas eu não deixo de ter o meu amor por Deus e muito menos de ter uma relação com ele….
      E muitas vezes eu vejo falsidade lá dentro e isso irrita me…
      ( acho graça que eu criei a poucos minutos um site para as pessoas poderem desabafar e estou cá eu a desabafar xD)

  2. Achei seu blog por jesuscidencia, pois compactuamos da mesma opinião. Esse filme parece uma febre no meio evangelico mas infelizmente muitos não se dão contas das sutilezas que estão nos ensinamentos deles.
    Parabéns pela iniciativa e pela coragem pastora Cindi de falar o que muitos não conseguem ver.
    Deus te abençoe

    • Não podemos esquecer que o filme retrata uma realidade de uma cultura e sociedade diferente da nossa. Sabemos que o evangelho passa por um momento de distanciamento na europa e estados unidos. Normalmente não se vai com frequencia as igrejas e os crentes são nominais, aquela realidade já foi um despertamento para eles. E o próprio pastor percebeu que não estava fazendo direito o trabalho dele como líder de jovens; e o aborto é muito comum , o incomum é decidir ter o filho por amor ao evangelho ou obediência. E creio que a opção foi mostrar uma solução para uma situação que para eles não tinha nenhuma opção, então a opção escolhida foi: se são jovens e não tem condições financeiras nem maturidade para criar um filho, alguém pode fazer isso pra voce. Preservando a vida da criança, e lhe dando um condição melhor de vida. Para salvar uma vida, é um filme feito para nos confrontar, não para nos divertir (hobby).

      • Muito sabia esta colocação, eu também entendo que nós aqui no Brasil vivemos uma realidade espiritual bem diferente de lá, e também vejo que o pastor foi bem omisso em vários momentos, mas não vejo motivo para tanto estardalhaço. Se nós procurarmos entender o contexto do filme e através da palavra direcionarmos os nossos jovens, eles não serão enganados e confundidos. O filme não é um best-seller, mas da para extrair algo que possamos aproveitar.

        Adelmo Lencioni

      • Concordo com suas palavras. Temos que observar que não é um filme brasileiro. É uma ferramenta que pode e deve ser utilizada. Vamos ver o filme como meio evangelístico e não como hobby, e como liderança que somos, fazer os ajustes e abordagens necessários. E o que falar das Crônicas de Nárnia?

      • Sensacional sua colocação !!!! E complemento, de tudo o que vistes,retenha o q é bom !!!

    • eu não julgo a maneira de você pensar a respeito do filme afinal somos todos diferentes e temos opiniões diferentes, você vê o filme como se ele não possa edificar os jovens, os temas tratados no filme fez com que você tivesse essa opinião. eu tenho 16 anos e assisti o filme a algum tempo, e só eu e deus sabe o quanto o o filme me ajudou me encorajou com algumas coisas, não podemos fechar as porta pra sociedade nem pra tudo o que esta acontecendo , infelizmente os temas aderidos no filme são reais , isso acontece na nossa sociedade no meio dos jovens e adolescentes, e não acho o filme um filme que não possa edificar porque tudo o que foi retratado nele é algo que esta acontecendo diante dos nossos olhos e muitas vezes não vemos, eu tinha o mesmo problema que o amigo que o protagonista passa a ajudar, e eu sei o quanto é difícil passar por tudo isso , passar pela adolescência, e particularmente acho que o filme edificou sim e muito e eu penso como somos todos diferentes com opiniões diferentes e passamos por coisas diferentes a cada pessoa que assiste o filme, é tocado de uma forma diferente . se você assistiu e não se identifico com nada , até mesmo com algo que você fizera no passado e não se identificou e acha que em nada o edificou , analise ele com os olhos de jovens e adolescentes que passam por algum problema tratado no filme que você ira perceber o quanto ele edifica. eu sou a prova viva de que o filme edifica e a iniciativa de fazer um filme assim foi o que ajudo não só eu mais muitos jovens. o que acontece no filme é algo e qual tem sido nossa posição diante desses problemas? só pra constar sou evangélica …

  3. Eu gostei do filme, passou na minha igreja e vi pelo lado de que é melhor uma criança ser adotada do que ser abortada e também é melhor os jovens estarem na igreja se divertindo do que se drogando. É o que acho.

      • mas tinha jovens da própia igreja q se drogavam na faculdade, eles viviam uma viida mundana, mas dentro da igreja, e Deus n quer isso ou servimos a Deus ou ao mundo , mas n podemos servi a dois Senhores , no momento em q eu assistir o filme eu n percebi certas coiisas mas lendo isso agoora eu concordo com ela..

  4. Sou líder de jovens na minha igreja Pra. Cindi e também concordo com o que você escreveu. As pessoas estão achando uma coisa boa no filme apenas pela ética, mas a palavra de Deus vai além da ética humana. Este filme não é nada evangélico, para mim é um filme secular tentando se parecer cristão.

  5. Pastora Cindi, não tive vontade de ver o filme, mas vou tentar ver, pois minha amiga tem. Hoje em dia tudo tá virando normal… as pessoas pensam ser tudo natural, quando na verdade, Deus espera que o seu povo viva de uma forma bem diferente da mentalidade do mundo.
    Beijos para ti. Te amo muito!

  6. Pra. Cindi, quando eu assisti esse filme, falei que não tinha gostado e que não era para ser passado e nem indicado pela igreja, alguns colegas me chamaram de conservador e religioso. Se for assim, prefiro ser religioso do que promover certos conceitos estranhos no corpo de Jesus.
    Deus a abençoe a você e ao seu digníssimo esposo, Pr. Eduardo.

  7. Eu vi esse filme na nossa célula e gostei muito, mas não reparei nesses detalhes, mas acho que ele estimula os jovens a não abandonarem os seus amigos, mesmo que eles sejam meio esquisitos rsrsrsrs…

  8. Eu vi e posso falar que também NÃO GOSTEI NADA desse filme. Não achei ele exemplo para meus filhos. Os jovens crentes mais parecem do mundo.

    • Acho que vc deveria rever seus conceitos e ver novamente o filme e olhar pra dentro de vc antes de apontar o dedo para alguém. Sua análise do filme está errada.

      • A análise da Cindi em relação ao filme está correta. Alguma igrejas estão abrindo as portas para o mundo e fechando para Cristo. Se as pessoas vêm para Cristo é porque querem mudanças e nestas igrejas elas não encontram e se decepcionam ficando com um pé na igreja e outro no mundo. Este tipo de religiosidade é que propociona o desejo de ficar(no sentido sem compromisso) com Deus e não amar e pertencer somente a Deus. O filme seria melhor se os jovens assumissem a responsabilidade sobre o filho, pois herança do Senhor são os filhos e filhos dele e não dos outros. Sabe, isto que significa fruto digno de arrependimento, assumir as consequências dos próprios erros e não jogar para cima dos outros.

  9. Oi Pastora, li seu comentário e gostaria de colocar alguns pontos: O Primeiro contato do Pastor e o Jake o mesmo entrega a ele um CD com um devocional, permitindo ao Jake a leitura diária da Bíblia. Sendo assim ele não só usa a Bíblia, mas faz dela a primeira porta de aproximação com o Jake.
    Em resposta a adoção, não tenho palavras, pois só que é adotivo, sabe o quão é importante esse gesto de amor e entende que esse não é um gesto de rejeição. Já no caso das consequências para a Kaite, isso são relatados no livro a Escolha de Jake que dá continuidade na história. Queria eu que toda ecolas pudesse ter reuniões, sem que seja de discontração para que ensinamentos e conceitos bíblicos fossem ensinados.

  10. Bom pra intuito evangélico ou catolico o filme nao ser mas o instrutor nao falou em nenum momento que era pastor ele estava era utilizando uma sala da igreja mas ela nao era pastor mas e minha opiniao

  11. Olá Cindi. Concordo em alguns aspectos com o seu ponto de vista. O filme ensina muito, porém deixou a desejar na parte da adoção. Podemos ter uma nova vida com Deus, mas isso não impede que colhamos os frutos do que plantamos no passado. O diretor do filme pulou essa etapa; as conquências dos nossos erros. Os jovens poderiam ter ficado com o bebê. O filme ganha muitos pontos na forma como aborda o bullying e o preconceito entre jovens. Em suma, eu indico o filme, porque ele abre os nossos olhos sobre as pessoas que entram em nossas igrejas todos os dias, às vezes saem do mesmo jeito e nós sequer vamos atrás delas. Infelizmente, a ignoramos e perdemos a chance de ganharmos essas almas. Talvez, aquela é a última chance dessas pessoas! Ah, gostei da sua observação quanto aos jovens que continuavam vazios dentro da Igreja. Será que não faltou alguém trazê-los para perto? Um grande beijo

    • Olá Tais, obrigada pelo seu comentário. Gostei muito e concordo com você. Também visitei seu blog e achei super legal. Que Deus te abençoe. Beijinhos (como dizem os portugueses ao se despedirem) :)

  12. Descordo 100%.
    Esse filme mudou a minha vida. Sem duvidas, me edificou.
    Enfim, respeito sua opiniao, e espero que respeite a minha tbm.
    Parabens pelo blog. Sucesso sempre!

  13. Não assisti o filme ainda, acredito que sempre que uma Igreja passe um filme que impacte as pessoas deve ter um orientador para após o filme conversar e como discípulos de JESUS temos de pregar e aproveitar as oportunidades que aparecerem. Ou criar oportunidades como no caso de muitas Igrejas que aproveitam filmes que são aprovados pela mídia para atrair jovens e adolescentes para a CASA DE DEUS. Como JESUS diz no Evangelho de Lucas 9:50b- Não proibais; pois quem não é contra vós outros, é por vós. Estejamos atentos para divulgar a Palavra Viva de JESUS CRISTO NOSSO SENHOR, AMÉM?

  14. A Paz do Senhor … ^^
    Acabei de conhecer este blog, estava pesquisando sobre o filme para salvar uma vida’ e vi seu comentário. Bem, eu sou evangélica, já assisti e inclusive indiquei para minha turma de Administração ( antes de ver o seu post). Eu não o tinha avaliado desta forma, mas achei interessante… observei e concordo com seu ponto de vista!
    Mas, fiquei de levar…. só pra constar : sou a única crente’ da turma…. algum problema em levar o filme?

    • Olá querida, obrigada pelo seu comentário. Não vejo mal algum em levar o filme para passar na sua escola. Minha avaliação do filme tem a ver com o “teor” bíblico e cristão. Você pode fazer algumas dessas observações no final do filme… Que Deus te use para ajudar seus amigos e colegas e O encontrarem.

  15. Olá, tive a mesma sensação, também amo filme e sou bem cricri, gostei desse filme mas não calssificaria como evangélico, e também estava pensando em leva-lo para os jovens, mas não gostei de alguns acontecimentos, como por exemplo a opção de dar o filho a adoção por causa de uma faculdade, acredito que poderia ter sido uma outra opção se tivesse sido demonstrada a solução de Deus com certeza essa não seria a melhor, poderiam ter mostrado a transformação dos desejos dos dois por Deus e optado mesmo sendo muito jovens em ter uma familia unida no amor de Cristo.

  16. Olá Cindi

    Bom , concordo com a sua opinião . Soube deste filme e logo fui assistir, de início achei muito forte o suicídio do jovem, mas infelizmente é uma realidade em que vivemos, muitos morrem por se acharem sozinhos, e o filme mostra q devemos ser acolhedores ( Trazer para perto ), mas não é o suficiente, como cristãos, pois a melhor companhia é a de Jesus e do Espiríto Santo, os estar perto de Deus é mais importante do que ter vários amigos, enfatizando , claro q ficar só não é bom, mas apenas estar em grupo sem ter um foco não edifica a vida de ninguém . Outro ponto : A parte do batismo . Bom Jake é batizado na praia, parecia ser, mas quando o pastor pergunta se Jake tinha orado, ele pergunta : Deus ? Não quero falar sobre Ele . Me parece que, ele foi batizado sem ter uma fé com alicerces , não estou dizendo que uma pessoa não pode ser batizada por não saber orar , mas deve se ter a absoluta certeza daquilo que se está fazendo , se decidir a Jesus e aceitá-lo como único e suficiente Salvador .
    Para mim o filme deixou muito a desejar, não estou falando de religião ou apenas ajuntamento de pessoas ; mas de algo mais profundo , a fé em Jesus Cristo , a importância da palavra, Santidade e o mais importante Evangelho .

    Mas nem tudo está perdido rs
    Há muitos filmes cristãos que me impactaram e vale a pena assistir :
    A prova de Fogo
    Nos seus passos o que faria Jesus ?
    Desafiando Gigantes
    Uma razão para cantar

    Entre outros ….

    Graça e Paz Cindi e a todos que visitarem seu blog, Que Deus continue te usando , voltarei mais vezes ao seu blog…
    Bjs querida

    • Juliana, obrigada pelo seu comentário. Muito bom seu ponto de vista sobre o filme. Concordo com você. Se Jesus não for o centro da nossa pregação, nossa pregação não presta para mais nada, a não ser para formar um clube social… :(

  17. Olá pastora,
    Assistimos em nossa igreja esse final de semana. Também fiz essas observações. Porém fiquei pensando de como podemos trabalhar nos nossos grupos os pós e os contra do filme, pois nossos jovens estão sujeitos a todo tipo de programa da televisão. Logo cabe a nós como líderes, trabalhar tudo que está a nossa volta com convicção de que só com Jesus podemos superar todas as nossas mazelas humanas pra salvar uma vida!
    Que Deus abençoe seu ministério!
    abraços

  18. Boa tarde! A paz de Cristo! Li os comentários a respeito do filme aqui no blog e agora vou da a minha opinião sobre este filme (Assistir ele em inglês, espanhol e em português).
    1º – O filme está focado em assuntos que acontecem na vida dos adolescentes e jovens e em tudo que acontece a sua volta e sobre o amor de irmãos e de Deus para conosco.
    2º – Na hora que Jack fala a frase ” Não quero saber sobre Deus” ele esta passado por mil coisas na cabeça e se tratando de um novo convertido na igreja é assim mesmo que acontece.
    3º a gravidez – Eles ainda não eram cristãos quando fizeram sexo.
    3º – Sobre os lideres, talvez seja uma forma de o produtor do filme mostrar como anda certos lideres de igreja pelo mundo afora. É assim mesmo gente ou ate pior em certas igrejas.
    4º – Sobre a adoção. Ele era menor de idade e e noiva também. Ele se tornou cristão e se batizou, a noiva ainda não se converteu. E pelo que eu sei ela sofre muito depois disso (história continuada no livro !A escolha de Jack”). Os pais não queriam criar a criança. Vi historias parecidas aqui na minha cidade. O pastor dos jovens também era despreparado biblicamente pra lidar com esse assunto. (Muitos são assim aqui no Brasil)
    Pra finalizar o filme fala muito sobre o que é ser amigo e mostra o amor de Deus em nossas vidas e como devemos amar as pessoas. Mostra a realidade de certas igrejas de hoje e de como vivem os jovens de hoje. Seria melhor ter uma continuação do filme. Vamos aguardar. Recomendo pra passar em igrejas, inclusive estou fazendo um projeto com o filme no grupo de adolescentes que lidero na igreja.

  19. Boa Noite ! A Paz do Senhor ! Estavamos pesquisando sobre esse filme , que só agora tivemos contato e ficamos assustados com o que encontramos.
    Nós temos um Blog para líderes de Jovens e Adolescentes e na noite passada assistimos o filme para que posteriormente pudessemos indicá-lo ou não. Digo que ficamos ASSUSTADOs porque somente o seu artigo compartilha da mesma opinião que a nossa . Nós tb enxergamos isso :
    Falta foco em Jesus , demonstra a fragilidade de um personagem que nao é capaz de assumir responsabilidades e consequências dos seus atos , entregando seu filho para adoção e indo viver seus sonhos e propositos baseados em uma vida materialista.Ficamos pensando : E essa criança , como ficará depois de uns anos ? Provavelmente quando crescer terá motivos para achar q ninguem se importa , afinal seus pais eram muito jovens para cuidar dele e decidiram entregá-lo para outras pessoas .Acho complicado disseminar uma idéia dessa .Até mesmo perigoso . Já que esse filme tem formado opiniões . Enfim , gostamos e apoiamos da ideia de trazer pra perto as pessoas q ficam longe do convivio social devido a violencia moral , bulling , enfim outros tantos motivos q levam as pessoas a pensar ,ou ate mesmo realizar atos como suicidio , ou auto flagelo (se cortar . Mas , pra nós a historia perdeu seu real valor , devido ao seu desfecho . Fazemos nossas as suas palavras :
    “Até poderia passar por um filme de teor social, mas não evangélico e bíblico”.
    Em Cristo ,
    Eduardo e Michele Pain

    *Aproveitamos para pedir autorização para publicar tb seu texto em nosso Blog.

    • Olá Eduardo e Michele! Que bom que compartilhamos dos mesmos pensamentos, afinal, o que é público deve ser julgado pela Palavra e por homens de Deus.
      Claro que podem usar o texto em questão no vosso blog. Que Deus vos abençoe.

  20. bom minha opiniao é q o filme é bom e tem ajudado, sei q nao viu versiculo biblico sendo falado, mais vc viu qual foi a atitude o pr crhis? ele deu uma cd e uma biblia para o jack, e ele lia a biblia e isso estava mudando a vida dele, tem partes do filme que ele diz q esta lendo,
    ah e tem outra coisa, vc viu o projeto todo ou só o filme?
    pois este filme nao é só um filme ele é o inicio de um projeto maravilhoso, e que eu estou fazendo com os jovens aqui e estou vendo frutos, o que nao tem de versiculo no filme, tem de sobra no projeto q sao os encontros com os jovens. discutimos muitos assuntos baseados na palavra, mais q sempre começamos com alguma cena do filme,

    uma garota no ultimo encontro revelou na frente de todo mundo com lagrimas escorrendo dos seus olhos que Deus quem tinha trazido ela no dia do filme, (ela mora no pico do jaragua e eu em santo andre) ela veio de longe para assistir o filme, e disse que foi atravez do filme q Deus mostrou o quanto ela cresceu e como ela foi para mais perto dele, depois da morte da irma dela, muitas porques dela foram respondidos, isso nao é maravilhoso, pastora deixa eu te fazer uma pergunta por acaso a senhora tentou ver o filme na otica adoelescente?

    olha so para vc ter uma noção do que é compartilhado com eles veja o que o Pr. Jim Britts diz no primeiro encontro que é intitulado de “A Vida é Dura”

    Existe uma passagem muito louca que encontrei em Tiago 1:2-4. Deixa eu ler pra vocês.

    “Meus irmãos, considerem motivo de grande alegria o fato de passarem por diversas provações, pois vocês sabem que a prova da sua fé produz perseverança. E a perseverança deve ter ação completa, a fim de que vocês sejam maduros e íntegros, sem lhes faltar coisa alguma.”

    Esta é uma das passagens mais loucas da Bíblia, porque vai contra tudo que nossa cultura nos diz. Assim, quem é que fica feliz quando tem que encarar alguma provação? É nessa hora que a gente geralmente começa a reclamar e fazer cena! O que é ainda mais louco é para quem Tiago está dirigindo
    esta carta. No versículo 1 está escrito que os leitores eram as doze tribos de Israel dispersas entre as nações. Estes eram os povos israelitas que tiveram de abandonar suas casas por causa da perseguição que estavam sofrendo por seguirem Jesus Cristo. Naquela época, noventa porcento do povo israelita já
    estava vivendo abaixo da linha da miséria, e aqui estava um grupo que teve de abandonar o pouco que tinha para lutar por sua vida. O mais provável é que a maioria dessas pessoas eram moradores de rua em terras estrangeiras. Você esperaria ouvir Tiago dizendo algo como: “Não se preocupem, tudo vai ficar bem” ou no mínimo: “Estou orando por vocês”. Em vez disso, ele diz a eles que “considerem motivo de grande alegria o fato de passarem por diversas provações”. Como isso surreal é!

    Mas antes de criticarmos Tiago, vamos tentar entender o que ele estava dizendo.
    A palavra “considerem” em grego, língua na qual Tiago escreveu, significa “pensar seriamente a respeito”. Ele está dizendo que estamos falando de coisas muito delicadas.

    Qual a diferença entre a alegria e a felicidade? A alegria é uma escolha, enquanto a felicidade é um sentimento. Você pode não se sentir sempre feliz, mas você pode sempre escolher a alegria.

    Agora, preste atenção na expressão “o fato de passarem”. Ele não está dizendo que deveremos considerar motivo de grande alegria SE passarmos por provações, mas, na verdade, QUANDO passarmos por elas, porque isso é um fato. Tiago sabia que independente de quem somos, vamos todos passar por provações em nossas vidas.

    Nesse mesmo trecho, preste atenção na palavra “passarem”. Geralmente pensamos que devemos nos regozijar após passarmos pelas dificuldades, mas Tiago diz que devemos ser alegres DURANTE A DIFICULDADE.

    No versículo seguinte, Tiago utiliza a palavra “prova”, que era um termo muito utilizado pelos prateiros naquela época. Quando um prateiro queria melhorar a qualidade da sua prata, ele a fervia até que ela ficasse em sua forma líquida. Nessa altura, as impurezas da prata se moviam para a superfície, e o prateiro as removia. Uma peça de prata normalmente passava por esse processo diversas vezes. Um prateiro sabia que a prata estava pronta quando ele podia olhar para ela e ver o seu próprio reflexo.

    Você entende o que isso significa para nós? Às vezes, Deus vai permitir que a temperatura suba na nossa vida (através das provações). Se escolhermos confiar em Deus nesses momentos, as impurezas da nossa vida se movem para a superfície, e Deus nos amadurece removendo-as. Deus não está nos punindo ou nos abandonando por permitir que enfrentemos lutas; Ele deseja que cresçamos até estarmos completamente maduros, para que quando Ele olhe para nós, possa ver o Seu reflexo. Quando escolhemos a alegria durante nossas provações, saímos delas mais parecidos com Jesus.

    Um pastor chamado Perry Noble disse certa vez: “A quantidade de ministérios que Deus pode lhe dar é diretamente proporcional à quantidade de dor que você está disposto a enfrentar”. Cada vez que você passa por “problemas” em sua vida, há, na verdade, uma oportunidade de crescer no seu relacionamento com Deus.

    Só mais uma coisa: Se você não escolher a alegria, quais são as outras opções? Quando a vida é dura, você pode escolher reclamar, culpar os outros, se estressar ou ficar deprimido, mas você já viu algum desses métodos realmente funcionar? Não estou te pedindo para fingir que os seus problemas não sejam sérios de verdade, mas para que você os confie a Deus. Talvez Deus esteja nos dizendo para ESCOLHER a alegria, porque Ele sabe que as outras opções só vão piorar tudo. Quando a vida é dura, você pode escolher CRESCER ou escolher DESISTIR.

    Só que existem vezes, no entanto, em que a gente simplesmente não tem forças para fazer a escolha certa; e é aí que precisamos uns dos outros. Em Marcos 2, há uma história sobre um paralítico que tem quatro amigos que o carregam até Jesus para que ele seja curado. Infelizmente, a casa onde Jesus
    estava pregando estava tão lotada que não havia espaço para o paralítico entrar. Talvez o cara quisesse desistir, mas seus amigos pegaram-no, o levaram até o telhado, fizeram um buraco no teto enlameado e desceram-no até os pés de Jesus. Ele curou o homem não por causa da sua fé, mas por causa da fé dos amigos que estavam dispostos a carregá-lo. Talvez alguns de seus amigos ou seu Grupo Família precise pôr esta passagem em prática hoje e dizer: “Você pode não ser capaz de escolher a alegria neste exato momento, mas nós vamos te ajudar a escolhê-la”.

    Na verdade, é exatamente isso que as igrejas foram projetadas para fazer — ajudar as pessoas a escolherem viver da maneira como Deus deseja e lidar com os problemas independente de quais sejam. A igreja não é um clube ou um lugar de encontro para pessoas perfeitas; é um refúgio para pessoas como você, que precisam de Deus e de pessoas amorosas que andem ao seu lado e os ajudem a escolher a alegria durante suas lutas e provações.

    • CONCORDO PLENAMENTE COM VOCÊ ROGÉRIO,E PERCEBO QUE AS OPINIÕES NEGATIVAS EM RELAÇÃO AO FILME MOSTRA APENAS QUE TALVEZ ESTEJAMOS PINTANDO UM DEUS E UM FILHO DEUS QUE SÃO TRISTES ,UMA FORMA DURA E ERRÔNEA DE JEOVÁ DEUS E SEU FILHO JESUS, QUE NOS MOSTRAM SEMPRE ATRAVÉS DE SUAS COLORIDAS CRIAÇÕES ALEGRIA E CRIATIVIDADE E LIBERDADE .ALGUMAS IGREJAS NÃO QUEREM PERDER ESSE CONTROLE COM OS FIÉIS E JEOVÁ NÃO NOS QUIS PRESOS ELE POR IMPOSIÇÃO, NOS TEMOS LIVRE ARBÍTRIO ELE NOS AMA, JESUS MOSTROU ISSO INDO A FESTAS, MOSTRANDO INDIGNAÇÃO NO TEMPLO,CURANDO NO SÁBADO,COMENDO COM PECADORES,E NÓS NÃO SOMOS ASSIM, NÃO O IMITAMOS QUERENDO AS VEZES SER MELHOR QUE O PRÓPRIO SALVADOR.QUE IMAGEM É ESSA, DESSE DEUS QUE COM CERTEZA NÃO É O MEU .SOBRE A PALAVRA ELA É, E SEMPRE FOI, PARA SER SENTIDA MUITO ANTES DE SER LIDA,”NO PRINCÍPIO ERA O VERBO E O VERBO ESTAVA COM DEUS E O VERBO ERA DEUS”JOÃO 1:1, O EVANGELHO NÃO FUNCIONA SE FOR OBRIGADO COMO UM DEVER DE CASA,ESSA OBRIGAÇÃO SENTIMOS DEPOIS QUE ELE NOS ARREBATA COM SEU AMOR,NÃO DEVE SER IMPOSTO, O FATO DE NO FILME NÃO VERMOS MUITOS CRENTES COM BÍBLIAS DEBAIXO DO BRAÇO NÃO SIGNIFICA QUE A PALAVRA NÃO ESTEJA SENDO PREGADA , OU ESTEJA EM PLENA AÇÃO.TUDO O QUE FOI MOSTRADO NO FILME REFLETE A PALAVRA, POIS COMO DISSE, A PALAVRA SE MANIFESTA DE VARIAS FORMAS A PALAVRA É VIVA NÃO ESTA SÓ NO PAPEL ELA SAI E ENTRA EM NOSSOS CORAÇÕES POR IMAGENS, SONS TOQUES,ELA ESTA EM TODA A CRIAÇÃO .EU VI ISSO E SENTI E MUITOS NO MUNDO TODO TAMBÉM ,E DEUS OS TOCOU. E NO PROJETO QUE FAÇO PARTE E EU OS JOVENS PESCAMOS PESSOAS PARA DEUS USANDO A FORMA QUE O PRÓPRIO CRISTO NOS ENSINOU, O EVANGELHO TRANSMITIDO COM AMOR E POR AMOR. DE QUE SERVIRIA SE NO FILME TODOS TIVESSE COM BÍBLIAS E A VERDADE NÃO FOSSE TRANSMITIDA SINCERAMENTE. ATUALMENTE, MUITAS PESSOAS QUE SE AUTODENOMINAM CRISTÃS ESTÃO TRATANDO O EVANGELHO COM HIPOCRISIA.TAIS PESSOAS TÊM UMA ORATÓRIA INIGUALÁVEL E SÃO CONHECEDORAS DAS LETRAS BÍBLICAS, MAS USAM AS ESCRITURAS COMO ARMA DE INTOLERÂNCIA (COMO A MULTIDÃO FEZ COM A MULHER ADÚLTERA). ALÉM DISSO, AO MESMO TEMPO EM QUE “DESTILAM” SEU DISCURSO, PRATICAM TODA ESPÉCIE DE PECADO, MAS ÀS OCULTAS – É ÓBVIO – PARA NÃO PREJUDICAR SUA IMAGEM. FOI POR ESSE MOTIVO QUE JESUS, DIRIGINDO-SE AOS FARISEUS, COMPAROU OS HIPÓCRITAS AOS “SEPULCROS CAIADOS”: “AI DE VOCÊS, ESCRIBAS E FARISEUS, HIPÓCRITAS! POIS SÃO SEMELHANTES AOS SEPULCROS CAIADOS, QUE POR FORA REALMENTE PARECEM FORMOSOS, MAS INTERIORMENTE ESTÃO CHEIOS DE OSSOS MORTOS E DE TODA A IMUNDÍCIA”. MATEUS 23:27. E OS HIPÓCRITAS RELIGIOSOS SÃO ASSIM ATÉ HOJE. TÊM OS VERSÍCULOS BÍBLICOS NA PONTA DA LÍNGUA, MAS INTERIORMENTE E AO APAGAR DAS LUZES SENTEM-SE E COMPORTAM-SE COMO AQUELES QUE ELES TANTO CONDENAM. FOI ISSO TAMBÉM QUE O FILME QUIS MOSTRAR QUE A IGREJA NÃO É FRIA, JULGADORA, DITADORA,E SIM LOCAL QUE PODE E DEVE SER EM QUALQUER LUGAR COM PESSOAS QUE CONHEÇAM OU QUEIRAM CONHECER JEOVÁ ATRAVÉS DE CRISTO ELE DISSE ”ONDE DOIS OU MAIS ESTIVEREM REUNIDOS EM MEU NOME, EU ESTAREI ENTRE VÓS” MATEUS 18:20 ISSO FOI MOSTRADO NO FILME VARIAS VEZES.E SÓ PRA FINALIZAR SOBRE A ADOÇÃO PERCEBAMOS QUE O PECADO FOI TRANSFORMADO EM BENÇÃO POR UMA FAMÍLIA QUE ADOTOU A MÃE DA CRIANÇA COMO TAMBÉM DA FAMÍLIA ,
      NÃO CONSIGO ENTENDER CRISTÃOS QUE NÃO VEJAM O PODER DE DEUS NESTA SITUAÇÃO.SE TIVESSE OCORRIDO O ABORTO CONDENARÍAMOS,SE A MENINA TIVESSE FICADO COM A CRIANÇA SOZINHA COM O PAI CHAMARÍAMOS DE IRRESPONSÁVEIS ,MAS COMO ACONTECEU A ADOÇÃO E UMA UNIÃO ENTRE FAMÍLIAS E APOIO DA IGREJA NUMA COMUNHÃO COM CRISTO (ONDE NÃO VEMOS MUITO ISSO EM NOSSO BRASIL)DIZEMOS QUE ANTI CRISTÃO .PRECISAMOS REVER O CONCEITO BÍBLICO DO QUE É SER CRISTÃO,POIS CRISTO VEIO PARA OS DOENTES OS PECADORES PARA UNIR, AMAR, ENSINAR.ESSE FILME MOSTROU DEUS DA FORMA QUE EU O VEJO ,UM DEUS ALEGRE QUE DEMOSTRA SUA ALEGRIA NA DIVERSIDADE DA FAUNA E FLORA DE NOSSO PLANETA NOS SONS E RITMOS DOS FENÔMENOS NATURAIS,”ELE REGA OS MONTES DESDE AS SUAS CÂMARAS; A TERRA FARTA-SE DO FRUTO DAS SUAS OBRAS. ELE FAZ CRESCER A ERVA PARA OS ANIMAIS E A VERDURA, PARA O SERVIÇO DO HOMEM, PARA QUE TIRE DA TERRA O ALIMENTO E O VINHO QUE ALEGRA O SEU CORAÇÃO; ELE FAZ RELUZIR O SEU ROSTO COM O AZEITE E O PÃO, QUE FORTALECE O SEU CORAÇÃO”. SALMOS 104:13-15 ESSE É O MEU DEUS JEOVÁ!.
      NÃO ENTENDEM O MEU DEUS:

      ”MAS, A QUEM COMPARAREI ESTA GERAÇÃO? É SEMELHANTE AOS MENINOS QUE, SENTADOS NAS PRAÇAS, CLAMAM AOS SEUS COMPANHEIROS:
      TOCAMO-VOS FLAUTA, E NÃO DANÇASTES; CANTAMOS LAMENTAÇÕES, E NÃO PRANTEASTES.
      PORQUANTO VEIO JOÃO, NÃO COMENDO NEM BEBENDO, E DIZEM: TEM DEMÔNIO.
      VEIO O FILHO DO HOMEM, COMENDO E BEBENDO, E DIZEM: EIS AÍ UM COMILÃO E BEBERRÃO, AMIGO DE PUBLICANOS E PECADORES. ENTRETANTO A SABEDORIA É JUSTIFICADA PELAS SUAS OBRAS.

      E AS OBRAS SÃO OS JOVENS RESGATADOS E SALVOS NOVAS OVELHAS DE SEU REBANHO DE AMOR PREGADOS ATRAVÉS DESTA MÍDIA UTILIZADA POR JEOVÁ DEUS EM NOME DE JESUS.ASSISTAM EM SUAS IGREJAS O FILME PARA SALVAR UMA VIDA,E ASSISTAM OS EXTRAS E CONHEÇAM TODO O PROJETO DE FÉ, E SEJAM VOCÊS TAMBÉM SALVADORES DE VIDAS,PESCADORES DE HOMENS,FAÇAM VALER A PENA SUAS VIDAS.É MARAVILHOSO SERVIR AO PAI POR AMOR.AMÉM.

  21. Gostei da postagem e de ver diferentes opiniões.
    Mas no filme o papel do ator Joshua Weigel eu achei ótimo e realmente acho que hoje em dia falta Altruísmo nas pessoas, o amor incondicional que falam no filme é algo que não vemos na igreja.
    Se pararmos alguns segundos dentro de uma igreja e observarmos vamos ver que tem muitos hipócritas, pessoas que achamos que não devem estar ali. É então que me surge algumas perguntas como:

    * Será que eu mereço estar aqui?

    *Por que quando alguém esta errada, julgamos, e até surge alguns comentários como “fulano deveria estar em disciplina”.

    *Quantos jovens evangélicos tentam falar de Deus em lugares onde a maioria são ímpios?

    *O que fazemos para mudar a vida de outras pessoas? Será que ir a igreja e orar por elas é o suficiente?

    *Deus já fez o maior sacrifício de todos os tempos por nós, e que fazemos por ele e por nossos semelhantes?

    (Hino: Temos Que Ser Um
    Cantor: Fernandinho)

    Amai-vos uns aos outros
    Sujeitai-vos uns aos outros
    Aquele que quiser ser o primeiro
    Sirva a todos

    Temos um lugar no coração de Deus
    Importa que Ele cresça e eu diminua
    Eu quero servir aos meus irmãos
    Assim como Jesus

    Temos que ser um
    Como o Pai em Cristo é
    Temos que ser um
    Pra que o mundo creia que o Pai O enviou
    Temos que ser um

    (OBS.: Se não amamos aqueles que vemos, como vamos amar Aquele não vemos?)

  22. Como diz o velho ditado: Não podemos agradar a gregos e troianos, não é mesmo??? Eu gostei muito de suas observações e ponto de vista, concordo plenamente com eles. Sei que opiniões divergem, mas acredito que os jovens por serem mais impetuosos acabem discordando.

  23. eu achei que o suicídio do jovem poderia ter sido evitado o casal poderia ter casado assim eles poderia ter tido uma história escrita pelo os dedos de Deus!

  24. Descodo da Senhora, todo o projeto para salvar uma vida é muito bom tanto que eu uso na minha igreja com autorização do meu Padre. o Filme é apenas um dos materia do projeto, alem disso tem o devocional, camisa, e muito material impresso muito bom descordo

    abraço

  25. Ola pastora, o filme pode não conter passagens bíblicas diretamente, porém indiretamente, tem muita coisa que esta no livro mais interessante e edificante do mundo a BÍBLIA, ja fui adolescente, sofri bullyng na escola e depois de adulta quando assisti o filme pensei: “puxa esse filme poderia ter existido quando ainda era adolescente“ a única coisa que eu não passei foi em estar grávida, aceitei Jesus aos 14 anos, mas mesmo assim as coisas não eram muito claras pra mim a respeito da igreja e de Deus, deixei o catissismo e a igreja católica para ser cristã, lembro-me de algumas vezes peguntar a Deus o por que de tudo aquilo, é o que o “Jake“ faz, já tive naquela época vontade até de morrer, vi meu pai traindo minha mãe… Enfim não preciso contar minha história toda para que a senhora possa concluir que concerteza há jovens hoje em dia que possam passar as mesmas circunstâncias que eu passei, e olha só o filme parace que foi feito pra mim, o que acha? Mesmo que não haja referências bíblicas, concerteza fará com que muitos jovens reflitam e vejam como esta a vida deles, e verão que tem alguém que pode ajudá-los Deus, o filme diz CLARAMENTE que somente Deus pode nos ajudar em tomar certas decisões… Hoje sou mãe dois filhos maravilhosos e vou instruí-los, e aconselhar à assistir o filme, para que não cometam o mesmo o que fizeram comigo quando adolescente.

  26. Achei seu blog exatamente por procurar alguém que pensasse igual a mim pois jamais pensei que eles doariam a criança fiquei decepcionada com o final do filme não consigo imaginar alguém que gerou um filho no seu ventre e ainda com o apoio do pai da criança e da igreja, tomar tal decisão, não entendo como alguém consegue ter o filho e não amar incondicionalmente não sou mãe e sou jovem mas conhecendo a Palavra de Deus sei que se Ele colocasse um filho no meu caminho era porque eu seria capaz de criar e amar esse filho pois acredito que sempre devemos ser responsáveis pelas consequências de nossos atos.ADOREI sua opinião e também não recomendo esse filme para os jovens pois vão acabar pensando que sempre vai haver alguma forma de deixar seus caminhos livres para realizar seus sonhos sendo que muita coisa acontece na nossa vida totalmente diferente do que imaginamos para o nosso futuro pois só Deus sabe o que é bom pra nós e se algo diferente do que imaginamos acontece é porque Deus preparou alguma coisa ainda melhor.

  27. Discordo da crítica. Pois ao contrário do que disse, há sim passagens bíblicas no filme, não com palavras, mas com atitudes.
    No filme mostra claro a necessidade de se ter amor ao próximo e acolher os pecadores com amor independente do que eles fizeram (todos nós somos pecadores). E não julgá-los.
    No filme, mostrou que nem todos os que estão na igreja são igreja realmente.
    Pois a igreja somos nós, e não um templo feito de cimento.
    E que existem pessoas que mal se converteram, mas conseguem dar mais exemplo do que os que estão há mais tempo na igreja (templo).
    (Pois infelizmente, existe fofoca na igreja. Pois, infelizmente, existem pessoas que olham torto pra uma pessoa que nunca foi cristã – e esquecem que também já pecaram).
    O filme retratou bem o que é UNIDADE: quando o pessoal da igreja começou a lanchar juntos, a serem mais unidos. E não é isso o que a Bíblia manda?
    Não é o que a Bíblia manda: ajudar quem precisa de ajuda?
    Além disso, aqueles que se cortam se cortam porque, muitas vezes, passam por problemas. E nós, como cristãos, devemos ajudá-los a sair dessa. Não julgando e criticando, mas amando-os. E com o amor recebido, eles largarem desse vício.
    Pois não é com força, não é insistindo que se consegue as coisas. Com amor é muito mais fácil. Fica a dica!!
    E no final, quando a criança é adotada:
    A família fez amizade com a outra família (então não há problemas, os pais sempre vão ter contato com a criança). Além disso, não é melhor que o casal de adolescentes se preparem melhor para cuidar da criança? Não é melhor que estudem e arranjem um emprego para que tudo se torne melhor pra criança? Não é melhor que economizem dinheiro pra depois cuidar?
    Com certeza, a ideia de adoção foi a melhor ideia naquelas circunstâncias.
    Um bjoo!

  28. Eu assisti o filme. E realmente acho que ele pode ser usado para a igreja acordar. O filme em muitos casos isolados alí mostra como não devemos agir. O sentimento de culpa do amigo é real, e assim devemos como igreja, nos sentir culpados quando uma vida que busca ajuda em nós, não conseguindo, vai para o inferno. Creio que o filme é um “desperta igreja”. E ao assistirmos podemos então fazer uma análise de como estamos agindo enquanto igreja, cristão, cidadão etc. Gostei do filme. Não vale só para jovens, vale para a igreja. Deus abençoe a todos!

  29. Todas as coisas me são licitas, mas nem todas as coisas convêm; todas as coisas me são licitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma. 1 Cor 6.12

    A Paz do Senhor Jesus Pastora Cindi creio eu que todos nós devemos tomar decisões inspiradas por Deus para que possamos e creio que a sua tenha sido, porém o que o Rogério e o Francineudo escreveram foi excepcional e tenho certeza que tiveram a direção de Deus, devemos absolver o que convêm e mudar o mundo. Eu assisti o filme e como outros que deram testemunhos aqui no seu blog eu pude ver jovens da minha igreja se preocupando muito mais com o destino da igreja e dos jovens do mundo pude ver mais busca espiritual e não só de jovens mais de toda igreja vi eles elaborando projetos e palestras para salvar uma vida. O Espirito Santo de Deus não nos deixa confundidos, e por isso Deus na sua palavra disse: Eu vos escrevi, pais, porque ja conhecestes aquele que é desde o principio. E vos escrevi, jovens, porque sois fortes, e a palavra de Deus esta em vós, e já vencestes o maligno. 1 João 2.14
    Precisamos batalhar para que os jovens conheçam a realidade do dia a dia, não podemos esconde-las para que eles não estejam fortes em Cristo quando elas chegarem e que também eles sejam instruídos na palavra para alcançar a vida de outros jovens.

    Fica na Paz do Senhor Jesus

  30. por favor, alguém por um acaso já viu um vídeo, eu tinha ele mais não sei onde esta, eh um vídeo que mostra uma reunião dos sentimentos de uma pessoa recém convertida onde eles debatem as relações com deus… eu não acho esse vídeo na internet por nada

  31. Bom eu assistir o filme, e sou lider de jovens na igreja em que congrego, passei o filme aos jovens em minha igrje, li os comentarios aki desta página e pude tirar minhas conclusoes; pois, bem, temos que em tudo colocar a palavra de Deus em timótio diz Prega a palavra quer seje oportuna ou não, exorta repreende etc.., assim como nós o filme apresenta erros sim não vou negar mais como a palavra mesma diz retém o que é bom e abstenha-se de toda forma de mal, colocando isso e observação das escrituras, de forma olguma poderemos aniquilar os ponto benéficos que o filme ” Para Salvar Uma Vida” nos apresenta, se nós como líderes vemos que algo falta para que o filme fosse totalmente enrriquecedor Amém , devemos agradecer a Deus pelo discernimento, então vamos usar o dscernimento e enrriquecer com o cmplemento das escrituras depois do filme pois em minha igreja assisto os filmes antes de repassa-lo aos jovens e preparo o sermão para o acréssimo,fica a dica, pois que é um material evengelístico não podemos negar muito menos o efeito que surte o seu resultado, mas também cabe a nós líderes informar os jovens de nossas igrejas os pontos em que o filmes deixou a desejar e quem sabe, fazermos uma roda de debates ou estudos sobre o mesmo baseado nas escritura!!!! Aqui minha o pinião e obrigado por ter postado a sua pastora, assim como os demais!!!!!

  32. Acho que a senhora não prestou atenção totalmente no filme, o filme mostra a realidade que a igreja passa hoje em dia jovens que vão para a Igreja apenas em busca de diversão, demonstrando que isso não deve ser feito.Se você quer apenas a demonstração da igreja perfeita…a igreja é um hospital e não um tribunal ou seja têm várias pessoas doentes.Recomendo para todos o filme gospel faça o que eu digo não faça o que eu faço é meio antigo mas retrata muito bem o presente.

    • Olá Rebeca, obrigada pelos seus comentários. Sim, eu realmente prestei bastante atenção no filme :)

      Concordo que a Igreja não é um tribunal, pois Jesus mesmo nos disse que Ele não veio para condenar o mundo para que o mundo fosse salvo por Ele (Jo 3:17), mas como um hospital que é, precisa USAR OS MEDICAMENTOS CERTOS para todo o tipo de enfermidades.

      A Igreja não pode ser uma comunidade apenas terapêutica, mas um lugar de libertação e cura. E NÃO HÁ LIBERTAÇÃO e nem CURA, sem a valorização da Palavra de Deus acima de todas as coisas.

      Nada substitui a Palavra, nem mesmo os melhores e mais lindos relacionamentos e “métodos” usados para tirar as pessoas do mundo.

      Ninguém é transformado sem que primeiro tenha entendimento sobre o Poder transformador (ter recebido revelação/luz) e o entendimento que vem pela Palavra da verdade.

  33. Olá ! me chamo Janaína e também não concordei muito com os resultados do filme decidir então dar uma passada por aqui para que eu encontra-se outras resposta e ver se tinha mesmo alguma razão em descorda dele apesar de ser um filme muito badalado e visto por muitos evangélicos só fui ver hoje 27/05/2013 para fazer um trabalho. Fiquei surpresa com o filme com atitudes do pastor que era muito tranquilo em resolver os tais problemas além de tudo ver o que os jovens faziam dentro da igreja e nem tão pouco com a adoção daquela criança e me surpreendi de ver a concordância daquele pastor pois acho que desde sedo os jovens tem que ser discipulados, e que bom que ele não concordou né com um aborto mais se ele tivesse um pouco mais de firmeza eles também não teria dado a criança para a adoção e aquele casal teria aprendido que todo pecado tem consequência e que eles teriam que assumir aquela criança e claro tomar suas atitudes como pais responsáveis.

  34. O povo brasileiro é hipócrita não dão sua criança de gravidez indesejada pra adoção por um orgulho, mas preferem criar mal, sem amor, estrutura e cuidados! E qtos casais por aí gostariam de ter um bebê pra dar todo carinho e atenção q um ser humano precisa!

    • Tbm concordo…moro em periferia e vejo crianças sendo maltratadas e nem digo de apanhar nem nada…mas vejo crianças morando em casa q mais parecem bueiros…sem saude, nem roupa ou material escolar adequado…os pais jovens assumem as consequencias…mas quem sofre as consequencias são sempre as crianças…o q poderia melhorar aqui é o sistema de adoção mesmo…

  35. Boa noite :] Minha irmã.. sei que o filme tem muitos erros, um dos absurdos que acho é a cena de insinuação de sexo que passa entre o casal na festa..poderiam muito bem ter mostrado de outra forma. Mas, não é bem assim. Deus usou esse filme para enxergar as pessoas de outra forma, com olhar de compaixão e misericórdia. Jake não era cristão e ele começou a ficar com remorso do que fez com seu amigo.. mas só depois de ter se convertido que ele teve arrependimento, o que é diferente de remorso, pois arrependimento é mudança de atitude interior. Temos que aprender a selecionar as coisas boas : “JULGAI,EXAMINAI TODAS AS COISAS, RETENDE O QUE É BOM” (1 Ts 5:21). Jake começou a seguir os passos de Jesus ao se importar com as pessoas , indo até o fim por elas, como na cena final que ele impede o suicídio do seu outro amigo. Jesus age de uma forma linda e impossível de explicar devida a tamanha perfeição a cada pessoa.
    Quanto a questão do ”sonho universitário”, é fácil para nós julgarmos, porém se nos colocarmos nesta situação ou pensarmos em nossa filha nela, de uma adolescente grávida que Não Conhecia o Senhor, provavelmente faríamos o mesmo ou até o pior. Cabe a nós dar graças a Deus por ela não ter abortado a criança. O livro tem a continuação: A escolha de Jake.. onde ele está na universidade.. ainda não li.
    Que venhamos estar sensíveis as necessidades dos outros e não ficarmos presos, no comodismo, ao nosso ”mundinho”. Manuscritos – Para Salvar uma Vida: ”.. ”..a salvação é individual, mas com ressalvas..o indivíduo individualista não se salva!..”

  36. Acho o filme bastante interessante, pois mostra como Deus pode mudar a vida de um jovem. Quanto as atitudes tomadas pelo personagem, são relativas e não um padrão a ser seguido. Nosso referencial é Jesus, e devemos filtrar aquilo que vemos e ouvimos, absorvendo apenas o que serve para nos edificar (1Tes 5:21). Eu também me tornei pai muito cedo, não tinha nada, mas em nenhum momento pensei em abandonar minha namorada (na época, hoje minha esposa), ou ceder minha filha para adoção. Hoje, somos uma família cristã, felizes no Senhor, minha filhinha é linda e muito inteligente, tenho o EMPREGO de excelência que Deus me deu e estou concluindo minha faculdade. A paz do Senhor Jesus a todos.

  37. É o seguinte povo de Deus, quem quer ver uma história Perfeita, leia sobre a Vida de Jesus Cristo o Nosso Senhor, pois esse filme não fizeram mesmo com a itenção de mostrar Jake ou qualquer outro personagem como Padrão Perfeito de um Cristão,mas mostrar 19 Problemas mais comuns entre jovens ocidentais(inclusive alguns cristãos) !!! É Calro que o que deve ser pregado aos jovens são os Valores Cristãos e não o Filme Para Salvar Uma Vida !!!! Cuidado !!!

  38. A moça adotou a namorada do jogador e não a filha deles. Eu gostei muito do filme, mas a sua colocação foi muito boa.

  39. Temos o livre arbitro e podemos gostar e não gostar. Porém o filme aborda questões reais : suicídio, jovens com vícios em alcool e drogas, gravidez, filhos da igreja vivendo na inconsequência de seus atos, membros da igreja vivendo no individualismo, buscando a melhor forma do “eu” e não do “nos”. A biblia tem que sair das páginas de papel e ser escrita em nossos corações para a palavra se tornar viva. O filme não demonstra o que é a igreja e sim a situação que nossos filhos se deparam no mundo. Bem gostaria de dizer que a igreja que estamos é perfeita cumprindo seu papel, porém não ouso a dizer isto olhando para o sertão nordestino e que temos cumprindo nosso papel. O filme mostra a imperfeição e não gostamos de ser apontados.

  40. Meu nome é Renato,eu creio que Deus tem muitas formas de trabalhar com os jovens .Esse filme tem uma mensagem de tranformação ,um jovem com problema de sua idade tem uma chance de mudar a sua vida e de todos que ele encontra ,e faz uma grande obra de descoberta que tudo pode ser diferente basta ter um ideal .Quantos jovens nas igrejas estam mortos ,sem vontade ,sem ideal ,sem futuro ,só eperando que algo fora do comum os dispertem .Criticar é facíl ,eu já fui assim ,media sa pessoas ,criticava,não tinha amor as próximo ,tudo em nome de Deus ,eu era como o Saulo de Társo ,julgava ,punia ,fazia justiça pela palavra e o que ganhei com os jovens,despreso .
    Será que Jesus a quem afirmamos seguir teria essa atitude ,garanto que não,pois ele conviveu por 3 anos com Judas e sabendo quem ele era ,se Jesus não o julgou quanto mais nós simples mortais,sujeitos as mesmas paixões e pecados.Deus trata com misericórdia aquele que faz o mesmo com o seu próximo ,pois Jesus disse:Não julguem os outros para vocês não serem julgados por Deus .Porque Deus julgará vocês do mesmo modo que vocês julgam os outros e usará com você a mesma medida que vocês usam para medir os outros .(MATEUS 7:1,2.

  41. Concordo com seu posicionamento , porém ele não é fixado a ideia principal filme, mas sim a sua opinião diante dele.O filme quis expressar a falha que existe nas igrejas, no humano, a religião foi uma base para aquele jovem que estava perdido , mas ela não foi o foco principal, já que o filme queria passar o posicionamento dos jovem que querem cometer suicídio (foco principal) e os seus próximos ( suas reações diante do foco principal) , eu não aconselho esse filme para as pessoas que querem encontrar pastores, pessoas exemplares e variados ensinamentos bíblicos, não posso falar que ele não tem, pois esse filme tem uma lição “Amai-vos uns aos outros como eu vos amei” , o ser humano é imperfeito… e amar o seu próximo torna-se uma das coisas mais difíceis que ele pode fazer na vida ( amar é aceitar o próximo como ele é), Tendo evidente o foco principal, a palavra “ajudar” é despertada com esperança das palavras” suicido” e “morte” que acaba por contagiar a quem assiste o filme, desperta solidariedade , desperta a vontade de querer ser (em alguns aspectos) como o personagem principal, apesar dos obstáculos da vida ele dedica parte da mesma a outras pessoas.
    *Recomendo esse filme para incentivar jovens com projetos que tem intuito de ajudar pessoas*
    Tal como a comunidade da igreja ,essa era a intenção, juntar as pessoas por motivos ótimos…

  42. assisti ao filme e achei muito bom, ele voltado para a maneira que os jovens enchergam o mundo, foca muito nos que se dizem ser crentes, mostrando como devemos ser, verdadeiros, acolhedores e fieis a Deus.
    No final do filme , quando o rapaz lê a carta do menino que ele discipulou ele decide voltar para casa, e não ir para a universidade, preste atenção no final do filme e verás.

  43. Bem, na verdade a parte do filme que me deixou triste foi mesmo quando o pastor ajuda o Jake e a Ammy a acharem pais adoptivos para o bebé. Na veradeda não queria que fosse assim, queria que eles assumissem suas responsabilidades como pais sendo um filme evangélico, por mim daria mais exemplos para todos os jovens que vissem a esse filme.
    E a parte que me deixou emocionado foi quando o Jake ajodou ao Jonny e aos outros em via online usando o perfil do Roger.
    Senti-me irritado quando o Jake trocou o seu melhor amigo pela Emmy e pelo sucesso que o esperava e que já tinha.
    É tudo.

  44. Bom Dia!

    Concordo com sua Analise, porém vejo de uma forma diferente (talvez por ler a continuidade do Livro: A escolha de Jake, o qual indico).
    Levando em consideração o estado em que se encontra a igreja brasileira nos dias de hoje, o que pude absorver do filme e do livro é o Amor ao próximo, o arrependimento e transformação já que Jake cometeu o erro de trocar uma verdadeira amizade pelo sucesso de jogador prestigiado na escola, com a morte desse amigo ele buscou e o filme abordou muito isso, entender o vazio que existe dentro das pessoas que ainda não conheceram a Cristo.
    O Primeiro contato do Pastor com Jake ele lhe dá uma áudio Book (o qual eu tenho) e uma Bíblia para e ele ter um devocional com Deus. A partir dai Jake começa se sentir estranho nas festas da escola onde rola drogas, álcool e sexo, pois já não se sente satisfeito com coisas banais e sem valor, pois teve um encontro com Cristo que aos poucos tem transformado sua vida, além disso faz amizade com um jovem rejeitado pelos outros jovens e começa a leva-lo para a igreja e que no fim evita que ele se suicide.
    O que vejo em muitas igrejas aqui do Brasil, onde os jovens não se sentem bem vindos, pois se sentem julgados e excluídos, quando a igreja deveria ser um Hospital. Em relação ao estilo que o líder dos jovens usa acredito ser valido, pois a palavra de Deus pode ser ensinada de uma forma que entretenha o jovem ao mesmo tempo que aprendam. Além de que se não tivermos um relacionamento diário com Deus, o que vejo ser ensinado no filme, podemos pregar ou ensinar a palavra de Deus de tantas maneiras que ainda assim haverá muitos fracos e sem conhecimento.

  45. Sou suspeita para falar do meu filme favorito, mas vamos lá.
    Bom, o Jake não queria que a namorada abortasse, ele queria que ela tivesse o bebe, e ele tinha se proposto a largar a faculdade para ajudá-la a criar.Mas ela tinha resolvido tirá-lo mesmo assim, ela até tinha “terminado” com ele.
    Também concordo que a adoção foi uma coisa exagerada, mas devemos lembrar que na cultura americana é super normal a “adoção aberta” que consiste no fato de que 01 casal vai ajudar e apoiar a mãe durante a gestação,e não existe isso de que a mãe biológica faça parte da familia adotiva.
    Eu gostei muito da forma como os cristãos foram mostrados ali, pois temos que parar de pensar que só porque as pessoas são evangélicas que elas sejam perfeitas.
    Sou meio contra essas igrejas modernas sabe tipo “vamos rasgar o evangelho”, também achei estranho o fato do pastor ou dos jovens não abrirem a bíblia em nenhum momento do filme.
    Gostei de como os cristãos adolescentes são retratados, modernos e legais.Isso mostra que não precisa ser 100% careta para seguir a Deus.

  46. olá, me chamo Rafael e faço parte de um grupo de jovens a um bom tempo, trabalho na parte de orienta-los e leva-los até o Senhor Jesus.
    O filme relata apenas a realidade que encontramos no dia-a-dia eu sei que muitos querem até fingir não ver isso mais é isso mesmo que se ocorre.
    Sei como é bem os jovens porque só aqui na igreja tem uns 500 e eles chegam dessa maneira ou as vezes até pior!
    Gostei do filme pois passa a realidade e temos que extrair disso que precisamos ganhar mais almas pro Reino dos céus pois muitas vidas estão sendo perdidas e muita gente está apenas de braços cruzados vendo os maus testemunhos dentro da igreja, quem é ou não de Deus, que se veste bem ou mal, etc…
    Ninguém toma água em um copo sujo! se na sua igreja tem pessoas precisando de ajuda. Ajude não o julgue você só vai está vendo ele se perder e ainda encher seu coração de maus olhos e malícia!
    Bom, pra encerrar precisamos ser visionários! olhar a Igreja como a Igreja de Paulo, cheios de jovens de Deus e nascidos do Espirito. mesmo se não esteja assim, colabore pra que esteja… fiquem com Deus e que ELE continue nos abençoando!

  47. Eu entendo o que você disse, mas na minha opinião,
    nem a vida nem a igreja são contos de fadas. Gostei
    desse filme por quebrar o status quo dos “filmes de
    Jesus” que na verdade só querem promover a igreja
    como um reino mágico onde as pessoas são perfeitas,
    os líderes nunca erram e tudo dá sempre certo.
    Confesso que me frustrei com a cena da adoção.
    Mesmo assim gostei porque gosto de filme que me
    surpreendam e não aqueles que você já sabe o fim.
    Acho que a lição é válida!

    • Concordo com você Danilo, disse tudo agora.
      Temos que parar de achar que a igreja é perfeita e que TODOS ali tem uma vidinha perfeita, igual a dos filmes da Disney.

  48. eu gostei muto do filme,é o melhor dos filmes evangélicos que eu ja vi,vc tem essa opinião a qual acho que é bem diferente das demais pessoas que já assistiu,acho que o filme é muito bom pois nos desperta para pensar nas coisas as respeito do que o filme fala

  49. Na palavra de Deus diz que não importem os motivos ou de que forma, mas o importante é que o evangelho seja pregado. O filme mostra a transformação de Jesus na vida daqueles jovens, o resto é uma realidade que não pode deixar de ser mostrada.
    Eu recomendo o filme! Porque leva o evangelho justamente em um nível social (que muitas vezes não é mostrado).
    Deus te abençoe irmão.

  50. TENHO 27 ANOS E NÃO CONCORDO COM SEU PONTO DE VISTA MAIS RESPEITO.BEM COM 12 ANOS CONHECI O EVANGELHO MAS AOS 16 ME AFASTEI EM PRIMEIRO LUGAR NÃO TINHA TIDO UM ENCONTRO VERDADEIRO COM CRISTO E EM SEGUNDO NA EPÔCA NÃO EXISTIA UM TRABALHO ESPECIFICO PARA JOVENS EM MINHA IGREJA, SÓ RETORNEI AOS 21 ANOS DEPOIS DE DAR MUITAS CABEÇAS NA VIDA ,ACABEI DE VER ESSE FILME E ACHEI INCRÍVEL A ABORDAGEM DO LIDER DOS JOVENS NO FILME CONVERSANDO,ACONSELHANDO EM VEZ DE PISAR OU JULGAR.A ABORDAGEM COM OS JOVENS TEM QUE SER DIFERENTE DAS USSAS COM ADULTOS,OU DEVE-SE USAR A MESMA COM CRIANÇAS.PARA CADA UM UMA ABORDAGEM, A MUDANÇA NO PERSONAGEM TAYLOR FOI DRÁSTICA NÃO NO MODO DE ANDAR OU SE VESTIR MAS SIM NO CORAÇÃO.

  51. Pastora,

    Qual o filme evangélico a Srª indica para ser passado aos jovens de nossas igrejas. Já que este, não considera um bom filme

  52. Obrigado pela sua opinião, pois estava pensando em adquirir o vídeo e fazer algum trabalho pelos jovens, pois como homem de Deus, já fui adolescente e sei na prática que existe muito pouco empenho de coração para se fazer algo pelos jovens deste país, o governo, a sociedade em geral tem se preocupado muito com as mulheres, idosos e crianças, o que não é errado, porém e os jovens?? Estão morrendo nas drogas e no abandono! Cadê o amor pelos meninos deste país?? Agora, se este filme não é interessante preciso procurar outra forma mais criativa e principalmente ungida para fazer a obra, mesmo sendo um simples servo do Senhor, sem títulos aqui na terra…que o Senhor tenha misericórdia de todos nós..Deus nos abençoe.

  53. A paz de Cristo seja com você Pastora Cindi. Eu concordo com tudo que você falou. Sobre faltar a PALAVRA ali na boca do pastor, de tudo ali parecer mais um clubinho e tal. Mas tiro uma coisinha no filme que foi o principal, e que é para todos os cristãos refletirem. O filme retrata o que muitas pessoas hoje sofrem na vida, que é a solidão. Muitos queria ter a oportunidade de ter um amigo e poder confiar nele, conversar com ele. Eu já fui assim. Não tinha um amigo, falo AMIGO mesmo. A té que comecei a orar a Deus para mandar em minha vida pessoas, amigos, em que pudesse compartilhar as coisas que gosto com ela. Pessoas que pudesse falar de Deus e que tivessem o mesmo plano que eu. E vi como é a diferença de ter um amigo para contar ali do seu lado. No meu caso eu já conhecia a Jesus, então eu sabia como procurar isso. Mas e aqueles que não tem esse privilégio? Aqueles o qual nunca chegou um cristão para falar do amor de Deus para com eles? Então pra mim o que significou no filme foi isso. Devemos adotar o amor de Jesus em nossas vidas, ajudar o próximo. Quantos estão esperando você ir falar de Jesus pra ele. Estão necessitados, mortos espiritualmente, precisam renascer. Esse filme não é para aqueles que não conhece a Jesus, mas para aqueles que foram chamados para buscar almas. Vamos deixar mais e mais almas nas mãos de satanás?

  54. O filme em um contexto geral não é bom. E é muito perigoso para alguém assistir, seja jovem ou adulto, Cristão ou não, se não houver um debate ou um estudo bem aprofundado sobre todos os incontáveis temas que ele aborda.

    É preciso saber qual a intenção dos produtores?
    Se uma crítica com o intuito de alertar…. ou crítica ao pé da letra….

    Li todas as opiniões e os argumentos positivos e negativos do filme…. e mesmo assim não consigo definir se ele é ”indicável” ou não…….

    O que posso dizer é que o jovem Cristão vai assisti-lo! Por n motivos…. O jovem Cristão vai assisti-lo…. o filme está acessível….. Com isso, os líderes de jovens TEM A OBRIGAÇÃO de passá-lo aos seus liderados e aos jovens da sua igreja e promover um trabalho ou um debate sobre todos os argumentos trabalhados.

    NÃO SE PODE NEGLIGENCIAR ISTO.
    PODE GERAR UMA CONFUSÃO EXTREMA NA CABEÇA E NOS PRINCÍPIOS DE NOSSOS JOVENS.

    Gostando ou não, não negligencie!

  55. O filme mudou minha vida… me aproximou de Cristo. Não sou adepto a religião do filme, porem sua critica não me caiu mt bem…

  56. Eu vi o filme e li o livroo … acho q em muito o filme nos confronta … Tem erros simm, mas quem não comete erros… ou será que aqui todo mundo acerta tudo… Gostei do filme, passei ele pros jovens da minha igreja onde sou lider… e li o livro me ajudou muitoo tanto q esse ano vou fazer um projeto pelo segunda vez em cima do filme que toda vez q vejo me confronta a da o melhor pra Deus… cada um tem a sua opinião e respeito a de cada um aquii….

  57. Querido(a) Critico Deus fala de várias formas e inclusive ele usa pessoas cheias do Espírito Santo, foi assim com os discípulos, com Paulo Pedro e João. Quanto ao ler a bíblia não é o suficiente temos que viver aquilo que pregamos.”Ler a bíblia é fácil difícil e deixar ser lida por ela. “

  58. oi boa tarde, bom eu ja vi esse filme e eu acho que ele Sim tras um bom pensamentos para os joens, como por exemplo tem uma parte do filme em que mostra ele tomando coca-cola em meias, quantas vezes nós temos “feito” isso na igreja enquanto tem muitos roger vindo a igreja, essa parte mostra muito a realidade de hoje, se nós quiser salvar uma vida nós temos que abrir a boca e parar de tomar coca-cola em meias e falar assim como o jack. Então eu acho que esse filme é um bom “sermão” aos jovens de hoje…Curtam lá no Facebook=== Sou crente e daí? (foto do perfil= menina de braços abertos) e participe você também da campanha para salvar umas vidas..
    Abraço e fiquem com Deus

  59. Oi; Boa tarde!
    Tbm sou lider de adolescentes e vou passar este filme no sábado.
    Concordo q este filme tem coisas q deixaram a desejar, mais é um filme onde mostra muito a falta de amor pelo próximo, algo pelo qual devemos lutar para mudar urgentemente, a indiferença q temos quando alguém não é do jeito que queremos que ela seja, ou melhor ser diferente NÃO É NORMAL na mente de muitos de nós.
    Esse filme nos incentiva a prestar mais atenção nas pessoas a nossa volta e tbm nos motiva a fazer algo para mudar.
    Acho q tanto os pontos positivos como os negativos, estão ali para serem debatidos e cabe aos lídires mostrar o que é bom e o que é ruim, para isso somos chamados líderes… para responder, tirar dúvidas e para auxiliar, mostrando dentro da bíblia o que é certo e o que errado segundo a vontade de Deus!
    Enfim… Deus é Deus e pode usar todas as coisas para anunciar a sua palavra… e se nós nos calar-mos as pedras clamarão.

  60. temos que prestar atenção no que assistimos, para não errarmos em nossas
    conclusões e concordo com alguns de seus destaques ,estou estudando
    para perante os homens poder pregar a palavra de DEUS me preparando
    mesmo achando que quem capacita é o senhor, e o meu pastor nos apresentou este filme no curso e eu mesmo não havia pegado estes detalhes faltou
    mais atenção. hoje tambem não indicaria este filme

  61. Olá. Vi esse filme ontem a noite e com certeza irei ve-lo de novo. O filme é interessante pois retrata muitas coisas da nossa vida e a cultura norte americana. Creio que no mundo em que vivemos, o nosso meio as vezes fazemos igual no filme, queremos ser atenção para outros e deixamos os nossos de lado. Como Paulo fala em 1ª Tessalonicenses 5:21 – Examinai tudo, Retendo o bem. O filme deve ser visto e seguido de umas palavras da pessoa líder de jovens ou o Pr. em questão.

  62. A questao é ke se olharmos apenas para os jovens sem compromisso desanimamaremos, mas quando vamos ao hospital se olharmos para os doentes desanimaremos, temos ke olhar para o medico é ele ke cura. A igreja é como um hospital

    • Querida Fernanda, esse filme é bom para você assistir individualmente ou com um grupo maduro. Eu creio que não devemos usá-lo como forma de mobilização ou como exemplo para os jovens. Você pode e deve assistir, sim.

      • Discordo, não porque é um dos meus filmes favoritos e olha que eu sei que ele tem muita coisa errada, mas sim pelo fato de você Cindia ter perdido uma ótima oportunidade de fazer um ótimo debate na sua igreja. Até porque filme não deve servir de exemplo para ninguém, porque não é uma história real, e precisamos fazer com que os jovens e adultos se desliguem mas das tecnologias…

  63. Vi o filme algumas vezes pra entende lo melhor, enfim vamos la: 1º ponto se a igreja não esta pronta pra ver um suicidio, drogas, entre ou tras coisas também não esta pronta pra ser chamada de igreja (digo isso por que em certa igreja onde fui apresentar uma peça de teatro onde existia uma cena de suicidio, de uso de drogas entre outras coisas0, quase que me baniram da igreja rs)… 2º ponto, conheci algumas igrejas muito parecidas com aquela do filme onde os lideres presam apenas por status, prosperidade, e outras ainda que se acham uma reunião de santarrões que não são capazes de enxergar os seus erros e omissões assim como no filme… 3º ponto o então lider dos jovens não se difere de muitos lideres atuais de nossas igrejas no Brasil, onde querem conquistar jovens com filminhos, churrasquinhos, festa, até mesmo “balada gospel”, alias não sei se dou risada até rolar no chão ou se choro de indgnação com isso… 4º ponto encarar o choque de realidades é muito dificil então por isso procuro não criticar nem elogiar quem aconselha ou não o filme, nos EUA a pratica de adoção é tão corriqueira quanto a do aborto, diferente do Brasil que apenas a pratica do aborto se torna corriqueira… 5º ponto talvez uma linguaguagem pouco valorizada do filme, a ingnação do garoto ao ver todo aquele circo que era aquela igreja aquela reunião de jovens, falsos, omissos, incoerentes, cheios de malicias e libertinagem, a atitude de 1 com sua indgnação mesmo em meio aos erros que ele havia cometido mobilizou os demais, e as cea]nas que seguiram que os jovens deixaram o grupo quando souberam do erro do personagem, mostrou novamente uma realidade triste cruel e que me da nojo dentro das igrejas, abandonaram o garoto, ou seja sou santo ele pecador que se afaste de mim, desde muito garoto ouço uma frase tão ignorante quanto aqueles que a proferem “evangelicos tem que ser diferente”, esses tais tem que acordar pra vida porque não passam de um sepulcro caido, a questão não é ser diferente, e sim fazer a diferença, e sabe o que é fazer a diferença? não é apontar e falar defamar aqueles que cairam, fazer a diferença é ver aquele que caiu, tomalo pelo braço e dizer “ei você não é o lixo que dizem e que falam que você é, erros todos cometem, mas o amor do PAI é incondicional, ELE nos ama apesar de… de eu ser um hipocrita, de eu ter magoado muita gente, de eu ter feito isso ou aquilo” e pra finalizar não defendo o filme mas mensagem que eles nos passa muitas vezes achamos que a principal foi sobre ajudar um garoto com depressão por causa de sua culpa, mas nos esquecemos do testemunho, do arrependimento, dos momentos em que reconhecem seus erros e querem fazer a diferença, fazer diferente, salvar uma vida não é pular na frente de um carro de policia, mas sim mostrar que assim como DEUS nos salvou, transformou, nos tirou do lixo que era vida que viviamos e nos perdoou apersar de tudo que nos fizemos, DEUS também pode perdoar e transformar toda e qualquer pessoa.

  64. O filme é muito bom e pode ser muito bem trabalhado. O filme não é um pregador do evangelho, os cristãos são. Os temas podem ser discutidos, debatidos e principalmente, encontrar as respostas para as questões levantadas utilizando a bíblia.

    Abraços!

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s